Manuscritos iluminados são livros escritos à mão que foram decorados (iluminados) com ouro, prata ou cores brilhantes. As iluminuras podem incluir pequenas ilustrações (miniaturas), iniciais, bordas ou outros elementos decorativos. Elas eram usadas ​​para indicar divisões no texto, contar histórias e adicionar beleza e elementos visualmente memoráveis ​​aos textos. Os exemplos remanescentes mais antigos de tais obras datam da antiguidade tardia (do século III ao V). A iluminação de manuscritos atingiu seu auge na Europa medieval quando iluminadores, trabalhando dentro de oficinas chamadas scriptoria, produziram saltérios, Bíblias, textos litúrgicos, vidas ilustradas dos santos e outras obras iluminadas. A produção de manuscritos iluminados continuou após a invenção da impressão e os livros impressos também eram frequentemente ilustrados com iluminuras. Os manuscritos iluminados que apresentamos aqui foram produzidos na Europa entre 764-783 e 1889, e fazem parte de coleções de bibliotecas e museus parceiros da Biblioteca Digital Mundial na Europa e América do Norte.
  1. Saltério Flamengo
  2. Horas de Notre Dame
  3. Livro das Horas
  4. O sacramentário de Drogo
  5. O Romance da rosa
  6. O romance de Renart
  7. O Evangelho de Miroslav
  8. Antiguidades Judaicas