J. Willis, fábrica de sapatos. Arch Street, nº 241, Filadélfia

Esta impressão de publicidade de 1846 mostra a loja e fábrica de três andares de “J. Willis loja de sapatos femininos, atacado e varejo”, localizada no bloco 600 da Arch Street, em Filadélfia. Na calçada, embaixo do toldo, um casal entra na loja, enquanto uma senhora olha para um cartaz pendurado e parcialmente visível na vitrine central, provavelmente descrevendo a loja. Cortinas aparecem em algumas das janelas dos andares superiores, e uma carruagem puxada a cavalo está estacionada em frente ao prédio. A imagem também mostra parte dos edifícios adjacentes. Um notável elemento gráfico nesta imagem é o sombreamento, representando a luz que reflete das janelas. O negócio apresentado nesta impressão funcionou neste endereço como “J. Willis” entre 1840 e 1853, quando foi rebatizado de “J. Willis & Son”.

William D. Parrish, encadernação de livros, armazém de papel e trapos, papéis, livros e artigos de papelaria. North Fifth Street, nº 4, Filadélfia

Esta impressão de publicidade de 1847 mostra a parte da frente da movimentada loja de três andares de William D. Parrish, localizada na Fifth Street no norte da Market Street, em Filadélfia. Placas à mostra no estabelecimento informam: “encadernação de livros”, “armazém de papel e trapos”, e “Papéis, livros e artigos de papelaria”. Um cliente entra na loja por uma das portas abertas; enquanto na outra entrada um funcionário prepara sacos para serem içados. Prateleiras com itens encadernados alinham uma parede da loja. Na vitrine central há garrafas de vidro e pilhas de volumes encadernados. A imagem mostra funcionários da loja trabalhando nas janelas do piso superior, preparando cabos de elevação, inspecionando panos, e preparando e carregando pilhas de livros encadernados. As janelas sem funcionários contêm caixas. Do lado de fora da loja, outras placas na fachada do edifício informam: “Encadernação de livros no andar de cima”; “Compramos trapos”; e “Livros em branco e livros escolares”. Na calçada, caixotes com identificações e sacos de trapos aparecem empilhados perto do porão aberto. Entre as identificações nos caixotes estão “F.C.L.”, “D.C.H. N. Orleans”, “Nashville” e “Louisville”. Uma carroça puxada a cavalo com um cocheiro aguarda na rua. Parrish administrou a loja neste endereço de 1844 a 1854.

Ruínas da Igreja de Santo Agostinho. North Fourth Street, Filadélfia

Esta litografia de 1844 mostra as ruínas da Igreja de Santo Agostinho, localizada na North Fourth Street, nº 260-262, em Filadélfia. Em maio de 1844, esta igreja católica foi destruída por um incêndio durante os motins nativistas. A imagem retrata as paredes externas danificadas, que permanecem em pé atrás de uma cerca de pedra e ferro. Na calçada, pedestres, incluindo dois homens, duas mulheres e um casal, caminham, apontam e conversam sobre as ruínas. Outra mulher aparece de costas para a igreja destruída, e perto dos dois homens um cão passeia. A congregação da igreja foi formada em 1796 sob liderança de Matthew J. Carr, e serviu a grande comunidade imigrante alemã e irlandesa residente nas áreas do norte da cidade. A igreja foi construída em 1801 com projetos do arquiteto Douglas Fitzmaurice Fagan. Os motins de maio (de 6 a 8 de maio de 1844) começaram durante um confronto entre católicos irlandeses e participantes de um comício do Partido Nativista Americano, realizado no bairro irlandês de Kensington. O texto abaixo da imagem diz que a igreja foi “destruída por uma multidão na noite de 8 de maio de 1844”.

Armazém de estofados, penas e artigos para quartos baratos de Frederick Fisher. Número 31

Esta litografia de 1846 é uma demonstração de propaganda para uma empresa de estofados administrada por Frederick Fisher na esquina nordeste da Eighth Street com a Zane Street em Filadélfia. A imagem mostra um armazém de um andar e sótão, com diversas janelas e adornado com letreiros. Clientes aparecem entrando por uma porta e passam por uma placa que informa: “camas, fibras, colchões, almofadas, penas, líquen, tecido para estofar, catres, tifa”. Artigos para quartos e armações de camas são vistos dentro e pendurados na maioria das janelas do armazém. Em uma das janelas do térreo vemos um cisne empalhado entre os travesseiros. Armações de camas e sacos identificados com a palavra “Penas” aparecem encostados no edifício. Colchões e almofadas de cama são exibidos em cavaletes na calçada. A cena também inclui um hidrante e um menino passado pelo armazém. Fisher permaneceu no ramo de estofados entre 1839 e 1853; ele trabalhou na esquina da Eighth Street com a Zane Street de 1844 a 1848.

Fábrica de máquina de papel patenteada de A. L. Knight & Company. Fifteenth Street e Willow Street, Filadélfia

Esta litografia de 1847 mostra uma vista externa da fábrica de máquina de papel localizada na Fifteenth Street e Willow Street em Filadélfia. O letreiro na lateral do prédio se estende por todas as dez janelas por andar, informando: “Máquina de papel patenteada de Knight, fábrica”. Uma placa menor acima da entrada diz: “A. L. Knight & Co”. Três funcionários aparecem em pé, um em cada andar do edifício, enquanto um homem no chão prepara um pacote para ser içado da calçada para o prédio. Um cavalheiro permanece na entrada observando os trabalhadores, enquanto outro homem guia uma carroça puxada a cavalo para fora do pátio fechado da fábrica. Numa das janelas do andar térreo, uma pessoa aparece sentada escrevendo. Ao fundo é possível ver parte dos edifícios industriais. Abaixo da imagem há um bloco de texto, incluindo o título da composição tipográfica sobreposta em tinta vermelha; a imagem e o texto são cercados por uma margem azul. A. L. Knight & Company permaneceu nos negócios de 1843 a 1850. Esta litografia foi impressa pela empresa de Howell Evans, que se promoveu como a primeira "imprensa rápida de cartões na cidade”. Nesta época a editora funcionava na esquina da Fourth Street e da Chestnut Street em Filadélfia. Em 1860, essa editora produziu anúncios para o Diretório da Cidade de Filadélfia.

Fábrica de fornos de ar quente de Piper e Andrews. North Sixth Street, nº 82, Filadélfia

Esta impressão publicitária de 1845 mostra a loja de três andares localizada no bloco 100 da North Sixth Street na Filadélfia. O edifício contém anúncios que informam: “Fábrica de fornos de ar quente”, “Fogões radiadores, fornos contínuos, suportes e ombreiras, grades para porões e lareiras. Telhados metálicos de latão e cobre”, e “Fogões. Piper e Andrews”. Piper e Andrews”. Um cliente entra por uma das duas entradas da loja, onde dentro há prateleiras com mercadorias na parede. Atendentes e funcionários aparecem na entrada do porão, dentro da segunda entrada (em frente à escada que dá acesso ao primeiro andar), e na parte de trás da loja. Tubos e fogões são exibidos nas entradas. Dois outros funcionários labutam nas janelas do segundo andar. À direita da fábrica, uma vendedora de rua aparece sentada em frente a uma frágil construção de madeira. Ela fica embaixo de um toldo com uma estrutura segurada por pedras e usa uma cortina para cobrir sua mesa, que contém vários alimentos. Os andares superiores do edifício de madeira aparecem atrás dela. À esquerda da fábrica, parte de uma fábrica adjacente também é vista na imagem. Placas parcialmente visíveis e semi-legíveis, incluindo uma escrita: “Fábrica de ...ady”, adornam o edifício ao lado. Henry A. Piper e R. S. R. Andrews se associaram por volta de 1845 a 1847.

Importadores e comerciantes de chapa de estanho e equipamentos de latoeiros, importadores e fabricantes de equipamentos de selaria, utensílios de estanho, brinquedos de estanho e utensílios envernizados de Francis, Field e Francis. North Second Street, nº 80, Filadélfia

Esta impressão de publicidade de 1846 mostra a frente da loja de três andares localizada entre a Arch Street e a Race Street na North Second Street em Filadélfia. O edifício está coberto de placas anunciando o nome da empresa: “Francis, Field e Francis”, e frases publicitárias, incluindo: “Importadores e comerciantes de chapa de estanho e equipamentos de latoeiros”, e “Importadores e fabricantes de equipamentos de selaria, utensílios de estanho, brinquedos de estanho e utensílios envernizados”. Um cliente entra no edifício pela porta aberta. Ele passa por baixo de um cartaz com o desenho de um porco acima da porta, que diz: “Fábrica de lamparina de banha”. O cliente também passa por uma pilha de caixotes na varanda escrito: “Chapas de latão por caixa”. Brinquedos, chapas de latão, equipamentos de selaria e utensílios envernizados ocupam as grandes vitrines no térreo. Um trabalhador e uma trabalhadora aparecem nas janelas dos andares superiores, além de mais mercadorias. Na calçada, ao lado das portas do porão da loja, há um barril. A impressão publicitária também mostra partes dos edifícios adjacentes. Francis, Field e Francis (propriedade de Henry e Thomas Francis e Charles Field), também era conhecida como a Fábrica de brinquedos de latão de Filadélfia. Uma das mais antigas fábricas de brinquedos na América, a empresa começou a funcionar neste endereço em 1839.

Armazém de artigos para quartos de Hartley e Knight. South Second Street, nº 148, Filadélfia

Esta impressão de publicidade de 1846 mostra a loja de dois andares cheia de mercadorias localizada no bloco 200 da South Second Street em Filadélfia. Um atendente, possivelmente um dos proprietários, permanece na entrada principal da loja e aponta para um dos diversos mostruários desalinhados de colchões. Atrás dele, um casal entra no armazém. O casal passa sob um ganso dentro de uma moldura pendurado acima da porta. Prateleiras de colchões se estendem pelas paredes e colchões enrolados enchem as grandes vitrines abertas. No fundo da loja, duas mulheres trabalham numa sala de fundo. Nas janelas dos pisos superiores do edifício são exibidos colchões e roupas de cama pendurados e pilhas de penas. Na frente da loja estão à mostra um colchão sobre uma armação de cama, uma armação de cama, colchões e travesseiros sobre uma cama dobrável; um atendente carrega uma carroça com os artigos da loja; e um cavalheiro passa por um hidrante na calçada. A imagem também mostra partes de edifícios adjacentes. Uma placa saliente no prédio diz: “Armazém de artigos para quartos de Hartley & Knight”. Os sócios Joseph Hartley e Reeve L. Knight se mudaram para este endereço por volta de 1842 e mantiveram a sociedade até 1854.

J. Mayland, Jr. & Company, fábrica de rapé e tabaco. Charutos, nacionais e importados. Vendedores por atacado. Esquina nordeste da Third Street com a Race Street, Filadélfia

Esta litografia de 1846 é um anúncio publicitário que mostra a loja e fábrica de quatro andares da empresa de tabaco e mercearia localizada na Race Street, nº 111 (ou seja, o bloco 300 da Race Street), em Filadélfia. O edifício está coberto de placas que anunciam: “Fábrica de tabaco e rapé”, “Cigarros, nacionais e importados”, “Vendedores por atacado”, e “J. Mayland Jr. & Co”. No andar térreo um cliente entra na loja passando por uma parede com prateleiras cheias de mercadorias e uma fileira de caixas no chão; um funcionário organiza vasilhas na janela de exposição frontal, enquanto outros verificam uma lista e movimentam um caixote. Nas janelas dos pisos superiores, caixas, barris e sacos aparecem empilhados e funcionários trabalham. Por uma das janelas é possível ver uma caixa sendo içada. Na frente da loja, trabalhadores descarregam caixas de uma carroça puxada a cavalo estacionada na rua. Caixotes e barris são enfileirados na calçada perto da carroça. A impressão também mostra parte dos edifícios adjacentes. Jacob Mayland estabeleceu seu negócio de tabaco por volta de 1803 e trabalhou no bloco 300 da Race Street a partir de 1805. A empresa, renomeada Jacob Mayland Jr. & Companhia em torno de 1842, permaneceu na Race Street, nº 111, até aproximadamente 1848.

Vista da recepção do 29º Regimento, Voluntários da Pensilvânia, em Filadélfia

Esta cromolitografia de 1863 mostra uma vista de modelo inovador da procissão do regimento dos Voluntários da Pensilvânia, honrando o heroico serviço do regimento com o exército de Potomac na Guerra Civil Americana. A procissão, que aconteceu em 23 de dezembro de 1863, é retratada aqui em serpentiforme, com a ordem da procissão organizada de cima para baixo. Na parte superior da imagem há uma grande águia segurando um escudo americano. Atrás de suas asas a águia carrega bandeiras patrióticas das “Ladies for the 29th” (Damas do 29º), ladeadas por faixas com a mensagem: “Welcome Home” (Bem-vindos ao lar). Soldados a cavalo lideram a procissão, seguidos pela infantaria em carroças puxadas a cavalo (uma delas também carrega um canhão), e uma pequena banda militar com instrumentos de metal. Depois dos músicos, o 29º Regimento marcha a pé, com alguns homens levando bandeiras. Entre os soldados marchando há bandas militares auxiliares e oficiais a cavalo. Ambulâncias puxadas a cavalo da companhia de bombeiros voluntários levam soldados e seguem as tropas, incluindo os veículos da Northern Liberty Fire Company, Number 1; Vigilant Fire Company; Assistance Fire Company, Weccacoe; Southwark Hose Company; e Hope Hose Company. Ao longo do percurso, homens, mulheres e crianças assistem e acompanham a procissão, cumprimentam os soldados e aplaudem. Entre os espectadores estão dois meninos brigando. Prédios se estendem pelo caminho, a maioria mostrada parcialmente, exceto o Cooper Shop Soldiers Home (Lar dos Soldados da Loja Cooper, inaugurado em dezembro de 1863) e os edifícios adjacentes, localizados na Race Street e Crown Street e vistas perto da parte superior da imagem. Mulheres lotam as janelas da casa e uma grande bandeira americana escrita: “Cooper Shop Soldiers Home” (Lar dos Soldados da Loja Cooper), fica em frente ao edifício. Ladeando a imagem estão os nomes dos “Veterans of the 29th” (Veteranos do 29º), o registro dos oficiais do estado-maior e de campo, os suboficiais e cada companhia, incluindo a Companhia Afro-americana K. Abaixo da imagem estão os nomes do “Board of Managers of the Cooper Shop Soldiers’ Home” (Conselho de Administradores do Lar dos Soldados da Loja Cooper). A procissão começou por volta de uma hora na ponte da Market Street e desceu a rua até a Twenty-First Street e parando no Lar dos Soldados da Loja Cooper, onde os membros do 29º regimento jantaram, antes de prosseguirem para o Salão da Guarda Nacional (Race Street, nº 518-520) para serem recebidos pelo coronel John Price Wetherill. A ordem do desfile foi a seguinte: Primeira Tropa da Cidade; 27ª Bateria de Nova York; Banda Coroa Liberdade; Guarda Henry; quatro companhias de unidades inválidas; Guarda Provost; membros dispensados do regimento; Banda de Birgfield; ex-comandante (Murphy) e comandante atual (Rickards) do regimento; Tenente-coronel Zulick do regimento; o regimento; familiares mulheres; Primeiro Regimento; Banda Coroa Jefferson; Cadetes do Instituto Militar da Pensilvânia; Membros do Conselho Municipal; outros guardas e regimentos; e por último ambulâncias dos bombeiros. Os veteranos em licença do lar do 29º Regimento se realistaram para serviço adicional, anunciado no desfile. Esta cromolitografia foi publicada por Charles Baum, em prol do Lar dos Soldados da Loja Cooper. Nascido na Alemanha por volta de 1824, Baum foi residente de Filadélfia a partir da década de 1840, sendo artista e editor de litografias durante a Guerra Civil.