100 Poemas por 100 Poetas

Este livro ilustrado do Ogura hyakunin isshu (Cem poetas, cem poemas) é uma coleção de cem poemas clássicos japoneses de 31 sílabas (waka), cada um de um poeta diferente. A coleção está organizada cronologicamente, do Imperador Tenji (626-671) até o Imperador Juntoku (1197-1242). Cada um dos poetas é representado por uma xilogravura impressa criada por Hishikawa Moronobu (1618-circa 1694). Morobonu é, muitas vezes, considerado o primeiro artista Ukiyo-e.

A Origem do Tenjin

Este é um livro grande, de manuscritos ilustrados, do tipo chamado nara-ehon. Ele retrata a vida de Sugawara Michizane (845-903), um dos principais estudiosos da corte, figura política e literato do período Heian (794-1185). Nara-ehon são manuscritos ilustrados ou livros impressos à mão e rolos que foram produzidos, do período Muromachi (1336-1573), até a metade do período Edo (1600-1867).

Vestes de Soga

Nara-ehon são manuscritos ilustrados ou livros impressos à mão e rolos produzidos no Japão, do período Muromachi (1333-1573), até a metade do período Edo (1615-1868). Este Nara-ehon retangular retrata a história dos irmãos Soga, Soga Jurō Sukenari (1172-93) e Soga Gorō Tokimune (1174-93), e sua busca por vingança pela morte de seu pai. O Soga Monogatari (A História dos Irmãos Soga) conta como, após 18 anos de dificuldades, os irmãos cumprem sua missão, mas também como Sukenari é morto e Tokimune capturado e executado por Minamoto Yoritomo (1147-99), fundador do shogunato de Kamakura (1192 -1333).

Flores da Glória da Manhã

Este livro ilustrado, de 1854, é conhecido como um dos melhores livros sobre ipomeias (trepadeira bela-manhã) publicados no Japão. Ele reflete a mania da ipomeia, que começou em 1847, e que estava amplamente difundida entre a população de Edo (atual Tóquio) durante essa época. O livro apresenta gravuras coloridas de 36 flores e folhas de ipomeias com  formas estranhas, feitas por Hattori Sessai (1807 -?), um pintor japonês conhecido por suas obras naturalistas. As descrições foram escritas por Bankaen Shujin, também conhecido como  Yokoyama Masana (1833-1908), que era serviçal de um shogun Tokugawa.