16 de outubro de 2012

Missal de Ratisbona

Por razões estilísticas, as nove miniaturas neste missal retratando Jesus e sua mãe, a crucificação e Jesus levantando-se do túmulo, além de iniciais com vários gavinhas foram datadas de 1470 e atribuídas à escola do famoso pintor renascentista alemão Berthold Furtmeyr (ativo entre 1460-1501). Os fólios 325-336 incluem uma notação musical e o fólio 338 possui uma imagem de página inteira da crucificação. Furtmeyr e seus seguidores foram importantes contribuintes da antiga Escola de Iluminura de Ratisbona Artista de grande renome, Furtmeyr iluminou muitas obras impressionantes, incluindo este manuscrito, a Bíblia de Furtmeyr, o missal da festa de Salzburgo em cinco volumes (todas encontram-se atualmente na Biblioteca Estatal da Baviera, em Munique, Alemanha) e muitos outros trabalhos. O artista mostra o domínio da difícil tarefa de combinar com êxito imagens, ornamento e texto com grande autoridade. Furtmeyr é famoso por sua manipulação de cores, suas iluminuras brilhantes e a extrema diligência que marca seu trabalho. Embora ele ainda estivesse profundamente enraizado na Idade Média, o seu amor por cores, cenas noturnas e nus femininos marcam uma transição para o Renascimento. O missal foi transferido da Biblioteca da Cidade de Ratisbona (Regensburgo) para a Biblioteca Estatal da Baviera em 1812.

Espelho do governo

Este magnífico manuscrito foi escrito por Leonhard Heff em Ratisbona (atual Regensburgo) e deve ter sido produzido (de acordo com uma nota no texto) em torno de 1476. Encadernado pelos frades negros de Ratisbona, foi posteriormente transferido para o mosteiro beneditino próximo de Santo Emerano e de lá para a Biblioteca Estatal da Baviera. Ele contém texto do Speculum regiminis (Espelho do governo) por Philippus de Bergamo (Giacomo Filippo Foresti, 1434-1520), um monge agostiniano, que era um especialista em direito canônico, conhecido por sua grande erudição filosófica e autor de várias obras históricas importantes. Speculum regiminis é um comentário estendido sobre Catonis Disticha (Os dísticos de Catão), um livro escolar popular na era medieval para o ensino do latim e de valores morais. O manuscrito foi iluminado pelo famoso pintor renascentista alemão Berthold Furtmeyr (ativo entre 1460-1501) com 10 iniciais em aquarela opacas em azul, rosa, verde, cinza, vermelho azulado e dourado, com folhas e gavinhas. Furtmeyr e seus seguidores foram importantes contribuintes da antiga Escola de Iluminura de Ratisbona. Artista de grande renome, Furtmeyr iluminou muitas obras impressionantes, incluindo este manuscrito, a Bíblia de Furtmeyr, o missal da festa de Salzburgo em cinco volumes (todas encontram-se atualmente na Biblioteca Estatal da Baviera, em Munique, Alemanha) e muitos outros trabalhos. O artista mostra o domínio da difícil tarefa de combinar com êxito imagens, ornamento e texto com grande autoridade. Furtmeyr é famoso por sua manipulação de cores, suas iluminuras brilhantes e a extrema diligência que marca seu trabalho. Embora ele ainda estivesse profundamente enraizado na Idade Média, o seu amor por cores, cenas noturnas e nus femininos marcam uma transição para o Renascimento.

Bíblia da ordem dominicana de Ratisbona

Este manuscrito que contém os livros dos profetas e outros textos bíblicos, compõe o segundo volume de uma Bíblia anteriormente em posse da Ordem Dominicana em Ratisbona (Regensburgo). Ele contém extraordinárias miniaturas do famoso pintor renascentista alemão Berthold Furtmeyr (ativo entre 1460-1501). Furtmeyr e seus seguidores foram importantes contribuintes da antiga Escola de Iluminura de Ratisbona. Artista de grande renome, Furtmeyr iluminou muitas obras impressionantes, incluindo este manuscrito, a Bíblia de Furtmeyr, o missal da festa de Salzburgo em cinco volumes (todas encontram-se atualmente na Biblioteca Estatal da Baviera, em Munique, Alemanha) e muitos outros trabalhos. O artista mostra o domínio da difícil tarefa de combinar com êxito imagens, ornamento e texto com grande autoridade. Furtmeyr é famoso por sua manipulação de cores, suas iluminuras brilhantes e a extrema diligência que marca seu trabalho. Embora ele ainda estivesse profundamente enraizado na Idade Média, o seu amor por cores, cenas noturnas e nus femininos marcam uma transição para o Renascimento.

Saltério da Rainha Isabel da Inglaterra

O ricamente iluminado saltério de Isabella contém o texto dos salmos em latim e anglo-normando. É provável que o códice tenha sido um presente de casamento do rei Eduardo II da Inglaterra (1284-1327) a sua esposa Isabella de França (1292/1296-1358), apresentado em 1303-1308. A inicial para o Salmo 119 mostra uma rainha, provavelmente Isabel, ajoelhando-se entre os brasões da Inglaterra e da França. Escrito para a diocese de York, provavelmente na oficina do convento agostiniano perto de Nottingham (como revelado pelo calendário), o saltério foi iluminado pela oficina do saltério de Tickhill (conservado na Biblioteca Pública de Nova York, Spencer 26). Ambos os saltérios estão entre os mais ricamente iluminados saltérios ingleses do século XIV. O saltério de Isabel conta com três ciclos independentes de iluminuras com cenas do Antigo Testamento. O primeiro mostra cenas da Criação. O segundo é um ciclo da vida do Rei Davi, com cenas especiais relevantes para uma rainha, incluindo um casamento e a ocultação do rei. Um terceiro ciclo, no final da página da versão anglo-normanda do saltério, mostra cenas e animais de um bestiário, em grande parte com base no Fisiólogo (um bestiário popular medieval, derivado de uma fonte grega anterior), enquanto as iniciais do texto anglo-normando mostram brasões de armas, a maioria de cavaleiros ingleses. O saltério de Isabel permaneceu na Inglaterra até o século XVII ou início do século XVIII. Ficou na biblioteca de Maximiliano I José da Baviera (1756-1825, rei da Baviera entre 1806-1825) e, posteriormente, tornou-se parte da atual Biblioteca Estatal da Baviera.

Saltério de Polling

Originário do sudoeste da Alemanha, depois de 1235, este maravilhoso saltério foi por muito tempo preservado no mosteiro de Polling, na Alta Baviera, antes de entrar nas coleções da Biblioteca Estatal da Baviera. É especialmente notável pelo ciclo extenso de cenas bíblicas que precede o texto do saltério. Quatro representações tomadas a partir da vida de Adão e Eva são seguidas por cenas do Novo Testamento, começando com a Anunciação e com um Majestas domini (Glória ao Pai), rodeado de símbolos evangélicos no final. A imagem de Cristo descendo ao inferno na área pictórica superior e a do rei do inferno em correntes no campo inferior são particularmente impressionantes. Os parágrafos no texto do saltério são marcados pelas iniciais luxuosas em guache opaco brilhante sobre um fundo dourado rodeado por uma moldura. A inicial no início do texto do saltério, cujas gavinhas estão povoadas por figuras humanas, destaca-se pela sua complexidade e detalhes vívidos.

Saltério do Convento de Nonnberg, Salzburgo

Este saltério tem origem na região do Reno Superior em torno de 1250-1260. Ele exemplifica a arte de representar santos dentro de iniciais do saltério. Por não estarem acompanhados de descrições, apenas alguns dos retratados dos santos podem ser identificados com certeza com base em seus atributos, como Santa Catarina segurando sua roda e São Jorge matando o dragão. De acordo com a tradição, Davi é exibido com sua harpa dentro da inicial no começo do saltério; acima dele está o símbolo do Espírito Santo, a pomba. Maiúsculas douradas e prateadas em fundo azul ou rosa, decoradas com ornamentos brancos e finos, marcam o início de cada salmo ou cântico. Vários motivos em desenhos a tinta vermelha e azul são tecidos em padrões de preenchimento no fim das linhas ao longo de todo o manuscrito. Além de uma variedade de motivos de folhas e gavinhas, há aves, peixes, dragões, cabeças de anjo e muitos outros temas. Ao longo dos séculos, este magnífico saltério esteve em vários lugares: pertenceu ao mosteiro cisterciense de Stams no Tirol e ao convento beneditino em Salzburgo, antes de vir para a Biblioteca Estatal da Baviera, onde está agora preservado.