23 de janeiro de 2012

Ilustrações e explicações sobre máquinas maravilhosas

Qi qi tu shuo (Ilustrações e explicações sobre máquinas maravilhosas) é a primeira tradução chinesa de uma obra que introduziu a mecânica e a engenharia ocidental de máquinas na China. Foi ditada por Deng Yuhan e gravada e traduzida por Wang Zheng (1571-1644). Deng Yuhan era o nome chinês de Johann Terrenz (1576-1630), um missionário jesuíta que nasceu em Konstanz, Alemanha, e veio para a China no final da era Ming. Um homem talentoso com amplo conhecimento, Terrenz dominava vários idiomas e foi também um renomado médico, botânico e astrônomo. Logo no início, ele trabalhou na área da província de Zhejiang. Ele foi então convocado para Pequim para assistir Xu Guangqi na revisão do calendário, mas ele morreu em 13 de maio de 1630, antes que o trabalho estivesse terminado. Wang Zheng, um nativo de Jingyang, província de Shaanxi, se converteu ao catolicismo aos 52 anos e adotou o nome de Philippe. Interessado em tecnologia aplicada, Wang viu os 7000 volumes da coleção de livros oscidentais trazidos para a China por Jin Nige (Nicolaus Trigault, 1577-1628), entre eles livros sobre ciência e tecnologia com ilustrações finamente impressas, com os quais ele poderia visualizar como construir peças de equipamento. Ele pediu ajuda a Terrenz, que fez uso de obras de Vitruvius, Simon de Bruges Georgius Agricola, Ramelli Agostino e outros. Enquanto Terrenz ia dando explicações através dos livros, Wang fazia anotações. Terrenz utilizou mais de 50 ilustrações, retratando máquinas para elevação, movimentação e deslocamento de pesos pesados, máquinas para desviar água, mós de moinhos, corte de madeira, pedra, rochas e dispositivos como um relógio de sol e uma máquina à vapor. Os textos traduzidos foram publicados em três volumes. Todas as ilustrações foram anotadas, com aquelas relativas à irrigação para a agricultura sendo especialmente detalhadas. A mais antiga edição do livro foi impressa no primeiro ano do reinado de Chongzhen (1628) do último imperador Ming, por Wu Weizhong, um instrutor assistente da escola de Confúcio em Yangzhou. O título original da obra era Yuan Xi qi qi tu shuo lu zui (As melhores ilustrações e descrições de dispositivos extraordinários do oeste) e foi impresso juntamente com Zhu qi tu shuo (Ilustrações de vários dispositivos) de Wang Zheng. Posteriormente o título foi encurtado para sua forma atual. Erros podem ser encontrados no livro, por exemplo, para economizar tempo, o gravadores mudaram a forma de uma engrenagem por um círculo simples. Esta é uma cópia manuscrita da obra original da coleção Ge Wenyuan. Durante a época do Levante dos boxers a obra foi danificada. Apenas o juan 3 permanece, com a primeira página da primeira folha faltando.

Barco de Refugiados Haitianos na Praia da Estação Naval de Key West

Esta imagem, tirada pelo fotógrafo Cory McDonald, de Key West, em 1970, mostra um dos inúmeros navios abandonados pelos "boat people" (refugiados) do Haiti após terem completado a perigosa viagem para os Estados Unidos. Uma nota anexa indica que o barco trouxera 52 pessoas, e que a fotografia fora tirada ao nascer do sol após um desembarque noturno. Desde o início do regime de François Duvalier ("Papa Doc"), em 1964, pressões políticas e econômicas levaram muitos haitianos a abandonar seu país e ir para os Estados Unidos. O Departamento de Imigração e Naturalização dos Estados Unidos (INS) informou que entre 1972 e 1981, 55.000 refugiados sem documentos chegaram na Flórida. O número real pode ter sido quase o dobro deste, já que muitos dos recém-chegados não puderam ser detectados. Cerca de 85 por cento dos refugiados estabeleceu-se em Miami.

Declaração de Direitos

Durante os debates sobre adoção da Constituição dos Estados Unidos, seus oponentes alegavam que a Constituição, como elaborada, poderia abrir caminho para a tirania do governo central. Ainda muito recente em suas mentes estava a lembrança da violação, pelos britânicos, dos direitos civis antes e durante a Guerra Revolucionária, de modo que ele exigiam uma "carta de direitos" que enunciasse as imunidades dos cidadãos como indivíduos. Diversas convenções estaduais, em sua ratificação formal da Constituição, pediam tais alterações. Outros ratificaram a Constituição com o entendimento de que as alterações seriam oferecidas. Consequentemente, em 25 de setembro de 1789, o Primeiro Congresso dos Estados Unidos propôs, para as assembléias estaduais, 12 emendas à Constituição que endereçavam os argumentos que mais frequentemente se opunham contra ela. As duas primeiras emendas propostas, que dizia respeito ao número de constituintes para cada representante e a compensação dos congressistas, não foram ratificadas. Os Artigos 3 a 12, no entanto, foram ratificados por três quartos das legislaturas estaduais e constituem as primeiras dez emendas da Constituição, conhecidas como a Carta de Direitos.

Clarence Earl Gideon, Requerente, vs. Louis L. Wainwright, Diretor, Departamento de Correções, Reclamado

No caso marcante de Gideon v. Wainwright,o Supremo Tribunal dos Estados Unidos confirmou o direito de um indivíduo a um advogado, mesmo em casos que não envolvessem crimes capitais. Clarence Earl Gideon foi condenado por roubo e sentenciado a cinco anos de prisão, em um processo no qual o juiz recusou seu pedido para constituir advogado. Na condição de prisioneiro, Gideon redigiu e entrou com processo contra o secretário do Departamento de Correções da Flórida, solicitando que fosse concedido um habeas corpus, sob a alegação de que lhe havia sido negado assistência jurídica e que, por conseguinte, sua prisão teria sido ilegal. O Tribunal Superior da Flórida confirmou a decisão judicial do tribunal regional, negando o recurso de apelação de Gideon. Em 1963, o Supremo Tribunal, por unanimidade, anulou a decisão do Tribunal da Flórida, estabelecendo o princípio de que os tribunais estaduais fossem obrigados a fornecer assistência jurídica aos réus em processos criminais. O então procurador-geral dos Estados Unidos e, mais tarde senador, Robert F. Kennedy, descreveu o caso como tendo mudado o curso da história jurídica americana. Este documento é a decisão do tribunal quando o processo foi repetido (desta vez, com representação legal para Gideon), cinco meses após a decisão do Supremo Tribunal. Gideon foi absolvido. 

Nas Garras da Morte: Tropas dos Estados Unidos caminhando em água rasa e sob tiroteio nazista

Esta fotografia, da Biblioteca Franklin D. Roosevelt em Hyde Park, Nova Iorque, mostra soldados americanos desembarcando na Normandia, França, na manhã do dia 6 de junho de 1944, o início da tão esperada invasão para libertar a Europa continental das garras da Alemanha nazista. A maior parte das tropas que chegaram em terra eram dos Estados Unidos, Grã-Bretanha e Canadá, com pequenos contingentes da França, Polônia, Bélgica, Tchecoslováquia, Grécia e Holanda. As forças invasoras confrontaram obstáculos formidáveis. As defesas alemãs incluiam milhares de soldados em abrigos subterrâneos, artilharias, minas, arames farpados, metralhadoras e obstáculos perigosos para evitar que embarcações desembarcassem em terra firme. As baixas dos aliados (mortos, feridos, desaparecidos em combate e feitos prisioneiros), em 6 de junho, totalizaram mais de 10.000 --6.603 dos Estados Unidos, aproximadamente 2.700 da Grã-Bretanha , 946 do Canadá --dos quais 2.500 foram mortos. No final do dia, no entanto, 155.000 soldados aliados estavam em terra e no controle de mais de 200 quilômetros quadrados da costa francesa.

Ataque de Manila, outubro de 1762

A Guerra dos Sete Anos (1756-1763) foi um conflito mundial entre a Inglaterra e a França que acabou envolvendo também a Espanha como aliada da França. Em 1762, os britânicos enviaram o almirante William Draper, com uma força expedicionária de cerca de 2.000 soldados europeus e indianos (Sepoy), para atacar Manila na colônia espanhola das Filipinas. Os espanhóis ofereceram pouca oposição e, em 2 de outubro de 1762, o governador-geral em exercício, Dom Manuel Antonio Rojo, entregou a cidade. A ocupação britânica durou até 1764, quando as Filipinas voltaram a estar sob o domínio espanhol como parte do acordo de paz. Este mapa mostra onde os britânicos desembarcaram e o ataque a partir do sul. Ele mostra os navios de guerra britâncios (alguns dos quais são identificados individualmente) e muitos outros dados, incluindo estradas, casas, igrejas, vegetação, e campos cultivados.