23 de janeiro de 2012

Os segredos da profissão médica

Um dos pioneiros na história da medicina, Muhammad ibn Zakariya Al-Razi (também conhecido pela versão latinizada do seu nome, Rhazes ou Rasis, 865-925 d.C., 251-313 a.H.) foi um polímata médico e filósofo muçulmano persa. Ele nasceu na cidade de Rey, perto da atual Teerã, no Irã, e passou a maior parte de sua vida entre sua terra natal e Bagdá, a capital do califado abássida. Ele lecionou medicina e foi médico-chefe em ambas as cidades. Ele fez grandes e duradouras contribuições nos campos da música, medicina, filosofia e alquimia e foi o autor de mais de 200 livros e tratados. Os segredos da profissão médica não só transmite uma riqueza de conhecimentos médicos, mas também reflete a própria dedicação de Al-Razi à profissão e ao bem-estar humano em geral. No livro, ele coloca à disposição do público o conhecimento médico que adquiriu da leitura das obras de antigos médicos, incluindo Hipócrates, bem como seu próprio conhecimento amplo neste campo. Ele argumentou que a tendência entre os médicos de sua época de manter em segredo o tratamento médico iria prejudicar a disseminação da aprendizagem em geral, e que tinham transformado a medicina em uma profissão rentável, em vez de uma profissão de cura.

Fronteira entre a Turquia e a Armênia Conforme determinado por Woodrow Wilson, presidente dos Estados Unidos da América

A desintegração dos impérios otomano e russo no final da Primeira Guerra Mundial fez surgir uma série de novos Estados. Em maio de 1918, a Armênia Oriental, antes parte do império russo, declarou-se uma república independente. Em abril de 1920, as Forças Aliadas vitoriosas, ao destruírem o Império Otomano, ordenaram que a Armênia Ocidental fosse anexada à nova república e nomearam o presidente norte-americano Woodrow Wilson para definir a fronteira entre a Turquia (sucessora do Império Otomano) e a Armênia. Em novembro de 1920, Wilson definiu a fronteira com base em uma variedade de fatores geográficos, demográficos, étnicos e históricos. Este mapa, elaborado sob o comando do exército norte-americano pelo Setor Topográfico de Pesquisa Geológica dos E.U.A., mostra a decisão final de Wilson. No entanto, o Tratado de Sèvres, que previa uma Armênia independente e reconhecia a arbitragem de Wilson, jamais foi ratificado. Nacionalistas turcos, sob o comando de Mustafa Kemal, derrubaram a monarquia turca, estabeleceram uma república e invadiram a Armênia forçando-a, por fim, a renunciar à grande parte do território que a arbitragem de Wilson tinha atribuído ao novo país. As forças bolcheviques russas também invadiram a Armênia e incorporaram à nova União Soviética o que restara da República Armênia.

Tratado de Paris

Este tratado, enviado ao Congresso pelos negociadores americanos John Adams, Benjamin Franklin e John Jay, formalmente encerrou a Guerra Revolucionária. Foi um dos tratados mais vantajosos negociados, até então, pelos Estados Unidos. Duas cláusulas cruciais eram o reconhecimento britânico da independência dos Estados Unidos e a delimitação das fronteiras, que permitiria a expansão americana em direção ao oeste até o rio Mississipi. Existem duas duplicatas originais do tratado no arquivo Original Americano da Administração dos Arquivos Nacionais e Registros dos Estados Unidos. Eles são mais facilmente distinguidos um do outro pela orientação dos seus selos, horizontal em um e vertical no outro.

Mapa dos domínios da Companhia Rosalij de propriedade de Sua Excelência Charles O'Harra, o honorável vice-governador Will. Stuart, James Clarke & Rob. & Phill.

A França e a Grã-Bretanha disputaram o controle de Dominica durante muitos anos. Em 1763, os britânicos ganharam a posse da ilha. Este mapa detalhado mostra terras de propriedade britânica e uma plantação no lado atlântico da ilha. Detalhes no mapa incluem edifícios individuais e outras estruturas, estradas, áreas de plantação identificadas por número, divisões administrativas das propriedades identificadas por letras, canais, representações pictóricas de vegetação e relevo, o litoral e aspectos costeiros, e uma vinheta de navios no porto. O mapa inclui ainda uma legenda codificada, listando o tamanho de cada área de plantação e de cada divisão de terras. A imagem panorâmica inserida, "Rosalij", mostra casas de colonos, campos cultivados e vazios, um navio atracado no porto à direita, colinas arborizadas ao fundo e duas pequenas silhuetas de um europeu e um africano em primeiro plano à esquerda. O mapa está orientado com o oeste na parte superior.

Declaração de Intenção de Maria von Trapp

Maria von Trapp tornou-se um nome familiar nos Estados Unidos quando sua história foi transformada no musical da Broadway de 1959, The Sound of Music (A Noviça Rebelde). Anteriormente, ela e sua família haviam imigrado da Áustria, sua terra natal, para os Estados Unidos, após a tomada do país pela Alemanha nazista. Esta Declaração de Intenção para se tornar cidadã dos Estados Unidos, submetida à Corte Distrital dos Estados Unidos em Burlington, Vermont, em 21 de janeiro de 1944, revela a verdadeira Maria von Trapp.

Declaração de Intenção de Albert Einstein

Em 1936, o físico Albert Einstein de origem Alemâ apresentou esta declaração de intenção de se tornar num cidadão Americano. Após a ascensão dos Nazistas na Alemanha em 1933 e com o início da perseguição dos Judeus Alemães, Einstein renunciou a sua cidadania Alemã e emigrou para os Estados Unidos assumindo o cargo de professor de Física Teórica em Princeton. Tendo como base esta declaração, o homem que primeiro propôs a teoria da relatividade em 1905 se tornou cidadão dos Estados Unidos em 1940.