Cartilha Ilustrada para a Materia Medica

Este livro, compilado por Chen Jiamo em 12 juan, editado por Ye Fei e Hu Yiguan, e suplementado por Liu Kongdun, foi publicado no primeiro ano do reinado de Chongzheng (1628). O título na capa, Uma Nova e Ampliada Edição da Cartilha para a Materia Medica, com ilustrações, impressa por Zhou Ruquan em sua oficina, Wan juan lou (Pavilhão dos Dez Mil Volumes), indica que o trabalho original, publicado em 1565, não tinha ilustrações. Nesta nova edição, cada entrada é ilustrada. Também incluída e colocada na frente dos volumes, está uma seleção de nomes e retratos importantes de Li dai ming yi tu (Registros Ilustrados dos famosos médicos das dinastias), por Xiong Zongli. Além do prefácio do próprio compilador, há três prefácios adicionais, de Liu Kongdun (datado de 1628), de Xu Guo (1564) e de Xiong Zongli (1476).

Dez Mil Contos Selecionados dos Tempos Antigos e Atuais

Este trabalho contém histórias, recolhidas desde a dinastia Tang, ilustradas por meio de blocos xilográficos chineses, que são altamente valorizados pelos especialistas. O trabalho tem 4 juan, em seis volumes. Os dois primeiros juan contêm 31 contos; o terceiro e o quarto, 36 contos adicionais. Os contos são todos histórias curtas sobre o sobrenatural e a fantasia, datando de alguma época da Dinastia Tang em diante. O livro inclui, também, explicações e comentários, e poemas que podem ser cantados. Cada conto é acompanhado por uma ilustração. Apesar de não serem tão refinadas quanto às renomadas impressões xilográficas de Anhui, estas ilustrações são exemplos importantes da impressão xilográfica chinesa. A data de publicação foi, provavelmente, após o oitavo ano do reinado de Wanli (1580). Os textos, que consistem de quatro caracteres horizontais, estão escritos nos dois lados de cada bloco. Tanto a inscrição como o prefácio, indicam que o trabalho foi ilustrado e impresso por Zhou Jinquan, uma dos mais famosos impressores de Nanjing, em sua oficina Da you tang. Durante a Dinastia Ming, especialmente durante o período Wanli (1573-1620), houve uma série de editoras de livros com o sobrenome Zhou, em Nanjing. Elas se especializavam em ficção, com ilustrações impressas por blocos xilográficos.

As Doutrinas Imperativas para a Natureza Humana e Longevidade

Este trabalho tem sido atribuído aos discípulos de Yinzhenren, o imortal taoísta, que lhes narrava as suas doutrinas. Era, originalmente, parte da coleção de Tang Xin'an e foi impresso por seu sobrinho, Wu Zhihe. Mais tarde, os blocos xilográficos foram adquiridos pela oficina Di Xuan Ge. O conteúdo sugere que este é um trabalho Ming, possivelmente pelo próprio Tang Xin'an. Wu Zhihe nasceu em She Xian, na província de Anhui, e contratou o famoso gravador Huang Bofu de Xin'an. Estas ilustrações, vividamente executadas, são consideradas obras-primas da impressão xilográfica Anhui. Há três prefácios - por Zou Yuanbiao (não datado), Yongning Yu (1615), e Yuting Cheng (1622) - e um posfácio por Wu Zhihe(1615).

Ji Guang Jing, Terra da Isolamento e Iluminação

Este trabalho em três volumes, de Hong Yingming, um filósofo da Dinastia Ming conhecido também por seu nome de cortesia (apelido) Zicheng, contém retratos de Buda. O primeiro volume retrata 19 Budas da Índia, os volumes dois e três contém retratos de 42 Budas da China. O trabalho inclui uma breves biografias.

Anotações Ilustradas de Viagem sobre a Jornada para Kangyou

O trabalho foi compilado por Yao Ying (1785-1853), de Tongcheng, província de Anhui, o qual passou, com sucesso, o maior exame imperial e recebeu o título de jin shi (Doutorado) no 13º ano do reinado de Jiaqing (1808,) e assumiu vários cargos oficiais. Em 1843, ele foi banido, pela corte imperial, para Sichuan. Lá, ele foi enviado duas vezes para o Chad Ya (atual Chaya Xian, Changdu Diqu, Tibete), a fim de resolver disputas entre os monges tibetanos. Ele também realizou o levantamento topográfico de Xikang,Tibete e vários lugares na região sudoeste. Esta é uma cópia de um manuscrito, baseado em suas viagens e anotações topográficas. Ele contém informações sobre história, geografia, religiões e costumes sociais destas regiões e dos países vizinhos, como a Índia, o Nepal e o Sikkim, bem como fornece informações históricas e geográficas sobre a Inglaterra, a França e a Rússia. O livro foi ilustrado por Ye Tang, um astrônomo da mesma cidade que o autor, que também escreveu um post-script.

Tratado Ilustrado, Organizado por Assunto, Sobre Doenças Febris Induzidas pelo Frio e OrientaçÀO para Tratamentos

De acordo com o título original, este trabalho foi compilado por Li Zhixian e ilustrado por Wu Shu (ambos da dinastia Yuan, 1271-1368), e organizado por Xiong Zongli (1409-1482). Foi publicado em 11 juan, durante o reinado de Zhengde (1506-1521). Xiong Zongli era versado em medicina, e muitos dos seus livros de medicina foram incluídos nos catálogos de livros, tais como Shu lin qing hua (Conversas fúteis sobre livros). Para criar este trabalho, que os especialistas consideram muito superior a seus outros livros, Xiong Zongli combinou, supostamente, dois trabalhos anteriores de Li Zhixian e Wu Shu, adicionado um volume sobre gravidez e parto, e doenças infantis induzidas pelo frio, acrescentando um suplemento de prescrições (ou seja, receitas), e imprimiu todo o trabalho. Esta edição tem duas etiquetas, uma no final do índice, indicando que ser esta uma nova edição e impressa no inverno do segundo ano do reinado de Zhengde (1507), na oficina de Cun de shu tang (Salão de livros da virtude preservada), e outra indicando que foi reimpresso em 1508 na oficina de De xin shu tang(Salão de livros da nova virtude). As discrepâncias nas datas, o fato de que o trabalho não é característico dos livros publicados no período Zhengde (1506-1521), e o fato de que Xiong Zongli não mais vivia, na época da publicação, tudo leva a crer que o trabalho foi impresso pelos descendentes de Xiong, usando os blocos criados para a edição original.

Uma Pesquisa Ilustrada sobre Diques e Barragens na Região de Jianghan

O trabalho foi compilado por Shi Duchen, que recebeu o título de jin shi (doutorado) no trigéssimo-quinto ano do reinado de Jiajing (1556) e, posteriormente, tornou-se o governador de Shuntian Fu (atual Pequim). O trabalho retrata as barragens e diques da região de Huguang, as quais incluiam as províncias de Hubei e Hunan. Os rios Xiang, Zi, Yuan e Li convergem para o rio Yangtze no lago Dongting,no nordeste de Hunan, que é conhecida como o país da água. Durante o reinado do Imperador Jiajing da Dinastia Ming (1522-1566), três agências imperiais emitiram decretos ordenando a construção de barragens e diques. Shi Duchen foi designado para supervisionar a construção. Este trabalho contém ilustrações anotadas de cada uma das barragens e diques construídos. O prefácio do autor é datado de 1568.

Clássicos Ilustrados de Montanhas e Mares

Shan Hai Jing (Clássico das montanhas e mares) é um texto chinês clássico, descrevendo montanhas, regiões dentro do continente e além-mar, e animais míticos. O autor, ou autores, e a data da composição são desconhecidos. Durante a Dinastia Jin (265-420), o renomado historiador Guo Pu (276-324) escreveu anotações no livro. Seu nome aparece no título original deste trabalho. Os nomes de dois ilustradores, Jiang Yinghao e Wu Linfu, bem como o do gravador, Li Wenxiao, podem ser encontrados no final do trabalho. Um trabalho semelhante, por Jiang Yikui, intitulado Shan hai jing shi yi (Clássico anotado das montanhas e mares), contém 75 ilustrações que são quase idênticas às 74 imagens deste trabalho. Presume-se que Shan hai jing shi yi, impresso no ano 25 do reinado de Wanli (1597), baseou-se numa edição de You tu Shan hai jing, publicado em data anterior.

Relato Ilustrado sobre a Repressão dos Rebeldes

Mo Yuan, o autor do trabalho, foi um grande Inspetor de Henan que, em março de 1633-abril de 1635, durante o reinado de Chongzhen, o último imperador Ming, liderou o exército Ming no ataque e repressão aos camponeses rebelados na província. Yuan foi, a certo ponto, brevemente dispensado de seu dever, mas retornou a seu posto e morreu, pouco tempo depois, em 1635. Os eventos descritos no trabalho complementam o relato sobre o levante dos camponeses em Ming Shi(História dos Ming), com muitos detalhes adicionais. A gravação delicada das 24 ilustrações pode ter-se originado de renomados gravadores de Anhui.

Poema Ilustrado de Li Sao

Este trabalho é uma edição ilustrada da Dinastia Qing, do poema Li sao (Tristeza que se vai) de Qu Yuan, que viveu cerca de 343-277 AEC. Foi ilustrado por Xiao Yuncong (1596-1673), um dos primeiros famosos pintores Qing, e foi gravado por Tang Yongxian. De acordo com Wang Zhongmin em Um Catálogo Descritivo de Livros Chineses Raros, na Biblioteca do Congresso (Washington, DC: Biblioteca do Congresso, 1957), Pan Zuyin (1830-1890), um letrado, linguista e funcionário do governo do final do período Qing, reeditou o trabalho e o reencadernou em quatro volumes, mas manteve o título original, onde se lê: "Por Xiao Yuncong de Quhu". Esta edição reencadernada tem dois prefácios originais, um por Li Kai(não datado) e o outro por Xiao Yuncong, o pintor (datado 1645).