15 de julho de 2011

Reino da Polônia

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Este carta retrata o Reino da Polônia, localizado na parte da atual Polônia, e emoldurada pela Prússia ao noroeste e pelo Império Austríaco, ao sul. Polônia perdeu sua independência no final do século 18, quando seu território foi dividido em três fases sucessivas, pela Rússia, Prússia e Áustria. Em 1815, após a conclusão das Guerras Napoleônicas, o Congresso de Viena estabeleceu o Reino da Polônia, que estava ligado ao Império Russo em uma união pessoal, através da pessoa do czar russo. Varsóvia, a capital do reino, está situada às margens do rio Vístula (Wisła, em polonês). A carta indica que a distância de Varsóvia até São Petersburgo é de 1,303 verstas, e de Varsóvia até Moscou, 1,253¾ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Courland Province (Província da Curlândia)

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata Província da Curlândia, localizada em parte da atual Letônia, e banhada pelo Mar Báltico e o Golfo de Riga. A Rússia adquiriu o território da província da Curlândia após a terceira partilha da Polônia em 1795. Mitau (agora Jelgava) foi o centro administrativo da província. A carta indica que a distância de Mitau até São Petersburgo é de 597½ verstas, e de Mitau até Moscou, 1,107¾ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Tomsk

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Tomsk, situada na parte centro-sul do império. Tomsk, o centro administrativo da província, está situado às margens do rio Tom', acima de sua confluência com o Ob'. Foi construído em 1604 como uma fortaleza pelo czar Boris Godunov. A carta indica que a distância de Tomsk até São Petersburgo é de 4,339½ verstas, e de Tomsk até Moscou, 3,823¾ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Lifland

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata província de Lifland, situada na parte ocidental do império, banhada pelo Golfo de Riga a oeste e lago Chudskoe a leste. Riga, situada às margens do rio Dvina, foi o centro administrativo da província, sendo a capital da atual Letônia. A carta indica que a distância de Riga até São Petersburgo é de 555½ verstas, e de Riga para Moscou, 1,065¾ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Vitebsk

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Vitebsk, parte da atual Bielorrússia. A Rússia adquiriu o território da província de Vitebsk após a primeira partilha da Polônia, em 1772. Vitebsk (Vitsyebsk, em bielorrusso), o centro administrativo da província, está situado às margens do rio Dvina (Dzvina, em bielorrusso). A carta indica que a distância de Vitebsk até São Petersburgo é de 625¾ verstas, e de Vitebsk até Moscou, 577¾ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Minsk

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Minsk, situada na parte ocidental do império. No sul, o rio Pripiat (Prypyats, em bielorrusso), um afluente do rio Dnieper (Dnyapro, em bielorrusso), corre para o leste através da província. A província foi adquirida pela Rússia em 1793 após a segunda partilha da Polônia. Minsk foi o centro administrativo da província, sendo a capital da atual Bielorrússia. A carta indica que a distância de Minsk até São Petersburgo é de 909¾ verstas, e de Minsk até Moscou, 691¼ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.