Província de Orenburg

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Orenburg, situada na parte sudoeste do império. As fronteiras da província a "estepe do Kirgiz nômade", parte do atual Cazaquistão. Ufa, o centro administrativo da província, está situada na confluência dos rios Belaia e Ufa. A carta indica que a distância de Ufa até São Petersburgo é de 2,064¾ verstas, e de Ufa até Moscou, 1,345 verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Grão-Ducado da Finlândia

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata o Grão-Ducado da Finlândia, localizado em parte da atual Finlândia. O Grão-Ducado da Finlândia fazia fronteira com o Reino da Suécia e o golfo de Bótnia, ao norte, com Golfo da Finlândia no oeste, e com o lago Ladoga no sul. No rescaldo da Guerra Finlandesa (1808-1809) entre a Rússia e Suécia, a Finlândia tornou-se um grão-ducado do Império russo. Abo (Turku atual) foi a capital do ducado. A carta indica que a distância de Abo até São Petersburgo é de 630½ verstas, e de Abo até Moscou, 1,350½ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Chernigov

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Chernigov, parte da atual Ucrânia. A fronteira ocidental da província é marcada pelo rio Dnieper. Chernigov, o centro administrativo da província, está situada às margens do rio Desna, e foi uma das principais cidades de Kievan Rus'. A carta indica que a distância de Chernigov até São Petersburgo é de 1,102¼ verstas, e de Chernigov para Moscou, 789 verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Arkhangelsk

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata província de Arkhangelsk, localizada no extremo norte da Rússia européia, e banhada pelos mares Branco, de Barents e Kara. Arkhangel'sk, o centro administrativo da província, foi fundado em 1584 e se tornou um importante porto. A carta indica que a distância de Arkhangel'sk até São Petersburgo é de 1,136½ verstas, e de Arkhangel'sk até Moscou, 1,218½ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Mogilev

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Mogilev, situada em parte da atual Bielorrússia. A província foi adquirida pela Rússia em 1772 após a primeira partilha da Polônia. Mogilev (Mahilyow, em bielorrusso), situado às margens do rio Dnieper (Dnyapro, em bielorrusso), era o centro administrativo da província. A carta indica que a distância de Mogilev até São Petersburgo era de 783 verstas, e de Mogilev para Moscou, 564½ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Kostroma

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Kostroma, situada na parte ocidental do império. Kostroma está situado na confluência dos rios Volga e Kostroma. Fundada em 1152, Kostroma é uma das mais antigas cidades russas, e era o centro administrativo da província. A carta indica que a distância de Kostroma até São Petersburgo é de 805¾ verstas, e de Kostroma para Moscou, 305 verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Região de Yakutsk

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a região de Yakutsk, situada extremo oriente do império. A região é delimitada pelo “Oceano Norte ou Mar do Ártico" (atual Oceano Ártico) ao norte, o Mar de Okhotsk a sudoeste, e o império chinês ao sul. Yakutsk, o centro administrativo da região, está situada às margens do rio Lena. Okhotsk, o centro do distrito, encontra-se no mar de Okhotsk. Okhotsk foi o primeiro assentamento russo na costa do Pacífico, estabelecida em meados do século 17 por cossacos como um acampamento de inverno. A carta indica que a distância de Yakutsk até São Petersburgo é de 8,593 verstas, e de Yakutsk até Moscou, 8,077¼ verstas. A carta indica que a distância de Belostok até São Petersburgo é de 9,602 verstas, e de Belostok até Moscou, 1,108½ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Caucasus Oblast

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Este cartão representa Caucasus Oblast, localizada na parte sudoeste do império e banhado pelos mares Azov, Negro e Cáspio. O mapa assinala a "Terra do Mar Negro Cossaca," o acampamento de inverno dos kalmyks, e a "Terra dos Povos da montanha". Stavropol foi o centro administrativo da província. A carta indica que a distância de Stavropol até São Petersburgo é de 2,087 verstas, e de Stavropol até Moscou, 1,367¼ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Ekaterinoslav

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Ekaterinoslav, situada na parte ocidental do império, na atual Ucrânia. Ao sul, a província é banhada pelo Mar de Azov. Ekaterinoslav (atual Dnipropetrovsk) foi o centro administrativo da província. A cidade foi fundada na margem sul do rio Dnieper, em 1786 e nomeada em honra de Catarina a Grande. A carta indica que a distância de Ekaterinoslav até São Petersburgo é de 1,644¼ verstas, e de Ekaterinoslav até Moscou, 924½ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Minsk

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Minsk, situada na parte ocidental do império. No sul, o rio Pripiat (Prypyats, em bielorrusso), um afluente do rio Dnieper (Dnyapro, em bielorrusso), corre para o leste através da província. A província foi adquirida pela Rússia em 1793 após a segunda partilha da Polônia. Minsk foi o centro administrativo da província, sendo a capital da atual Bielorrússia. A carta indica que a distância de Minsk até São Petersburgo é de 909¾ verstas, e de Minsk até Moscou, 691¼ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.