Província de Poltava

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata Província de Poltava, criada em 1802, e localizada em parte da atual Ucrânia. Poltava foi o centro administrativo da província, e é uma das mais antigas cidades da Ucrânia. A carta indica que a distância de Poltava até São Petersburgo é de 1,463½ verstas, e de Poltava para Moscou, 850¼ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Vologoda

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Vologoda, localizada na parte ocidental do império. Vologoda, o centro administrativo da província, está situada às margens do rio Vologoda. Foi fundada em 1147 pelos comerciantes de Novgorod. A carta indica que a distância de Vologoda até São Petersburgo é de 710 verstas, e de Vologoda para Moscou, 428 verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Tambov

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Tambov, localizada na parte ocidental do império. Tambov, o centro administrativo da província, foi fundado como fortaleza em 1636, e fica localizado às margens do rio Tsna. A carta indica que a distância de Tambov até São Petersburgo é de 1,194 verstas, e de Tambov até Moscou, 474¼ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Tula

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Tula, localizada na parte ocidental do império. Tula, o centro administrativo da província, está situado às margens do rio Upa. Mencionada pela primeira vez em escritos em 1146, Tula tornou-se um reduto nas aproximações do Sul de Moscou no século 16. A carta indica que a distância de Tula até São Petersburgo é de 894½ verstas, e de Tula para Moscou, 174¾ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Ryazan

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Ryazan, localizada na parte ocidental do império. Ryazan', situada às margens do rio Oka, era o centro administrativo da província. Foi fundada em 1095, sendo uma das mais antigas cidades russas. A carta indica que a distância de Ryazan' até São Petersburgo era de 920 verstas, e de Ryazan' para Moscou, 200¼ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Vladimir

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Vladimir, localizada na parte ocidental do império. Vladimir, o centro administrativo da província, está situado às margens do rio Kliazma. Vladimir foi fundada em 1108 por Vladimir II Monomakh II, grão-príncipe de Kiev. A carta indica que a distância de Vladimir até São Petersburgo é de 893¼ verstas, e de Vladimir para Moscou, 173½ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Yaroslavl

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Yaroslavl, situada na parte ocidental do império. O rio Volga, atravessa a província, dividindo-a em partes norte e sul. Yaroslavl, uma das mais antigas cidades russas, foi o centro administrativo. A carta indica que a distância de Yaroslavl' até São Petersburgo é de 741¾ verstas, e de Yaroslavl' para Moscou, 241½ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Astrakhan

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Astrakhan, situada na parte sudoeste do império. A província está dividida em duas partes pelo rio Volga, que deságua no Mar Cáspio, no sul da província. Astrakhan', o centro administrativo da província, foi conquistada pela Rússia do Canato de Astrakhan em 1556. Ele mais tarde serviu como uma porta de entrada da Rússia para o leste. A carta indica que a distância de Astrakhan' até São Petersburgo é de 2,138½ verstas, e de Astrakhan' para Moscou, 1,418¾ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

A Terra de Chukotka

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a Terra de Chukotka, localizada no extremo nordeste do império. A Terra de Chukotka é banhada pelo Mar de Kamchatka (atual Mar de Okhotsk), e do Mar Bobrovoe (atual Mar de Bering), e separado do Grande Oceano (Oceano Pacífico) pelas Ilhas Aleutas, no sul. Para o leste, atravessando o estreito, mais tarde nomeado de Estreito de Bering, encontra-se “Terra da Rússia", que foi transferida para os Estados Unidos na Compra do Alasca de 1867. O mapa representado na carta foi baseado nas viagens pelo Norte do Pacífico, de russos e outros viajantes, no final dos anos 18 e início do século 19.

Cidade de Cherkassk - Terra dos Dom cossacos

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a cidade de Cherkassk na terra dos Dom cossacos, situada na parte ocidental do império. A terra é dividida em suas partes ocidental e oriental pelo rio Don, que deságua no Mar de Azov, no sudoeste. Em 1805, os cossacos transferiram a capital de Cherkassk para Novocherkassk, que está marcada no mapa como o centro administrativo. A carta indica que a distância de Novocherkassk até Mocou é de 1,289 verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.