Província de Kaluga

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Kaluga, situada na parte ocidental do império. A província foi palco de uma série de batalhas entre os exércitos francês e russo durante a invasão da Rússia por Napoleão, em 1812. O centro administrativo da província era Kaluga, uma cidade pequena situada às margens do rio Oka. A carta indica que a distância de Kaluga até São Petersburgo é de 887¼ verstas, e de Kaluga para Moscou, 167½ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Perm

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Perm, situada na parte ocidental do império. Perm', o centro administrativo da província, está situada às margens do rio Kama, abaixo de sua confluência com o rio Chusovaia. A carta indica que a distância de Perm’ até São Petersburgo é 1,911½ verstas, e de Perm’ até Moscou, 1,395¾ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Tavrich

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Tavrich, parte da atual Ucrânia. Banhada pelo Mar de Azov e o Mar Negro, a província ficava localizada em território anexado pela Rússia desde o Canato da Criméia em 1783. Simferopol', o centro administrativo da província, está situado às margens do rio Salhir. A carta indica que a distância de Simferopol' até São Petersburgo é 2,068¾ verstas, e de Simferopol' até Moscou, 1,505½ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Tobolsk

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Tobolsk, situada na parte centro-oeste do império. A província é delimitada pelo Mar de Kara e a Baía de Ob, no norte. O mapa assinala a áreas habitadas pelos povos nativos da Sibéria, como os Ostiaks e Samoeds (Nenets). Tobol'sk, o centro administrativo da província, está situada na confluência dos rios Irtysh e Tobol. Esta foi uma das primeiras cidades estabelecidas durante a colonização precoce da Sibéria nos anos de 1500. A carta indica que a distância de Tobol'sk até São Petersburgo é 2,834½ verstas, e de Tobol'sk até Moscou, 2,318¾ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Orlov

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Orlov, situada na parte ocidental do império. Orel, o centro administrativo da província, está situada às margens do rio Oka. Orel foi fundada em 1564 por Ivan IV, para proteger o Estado de Muscovite contra ataques tártaros. A carta indica que a distância de Orel até São Petersburgo é 1,079 verstas, e de Orel até Moscou, 359¼ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Kursk

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Kursk, situada na parte ocidental do império. Kursk, situada na confluência dos rios e Seym Tuskar, era o centro administrativo da província, e é uma das mais antigas cidades russas. A carta indica que a distância de Kursk até São Petersburgo é 1,231 verstas, e de Kursk para Moscou, 511 verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Kharkov

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Kharkov, parte da atual Ucrânia. Khar'kov (Kharkiv de hoje) foi fundada no século 17 como uma fortaleza militar para proteger a fronteira sul da Rússia, e era o centro administrativo da província. A carta indica que a distância de Khar’kov até São Petersburgo é 1,422 verstas, e de Khar’kov para Moscou, 712¼ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Enisei

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Enisei, que está localizada na Sibéria central e leva o nome do rio Enisei, um dos maiores rios da Ásia. O mapa assinala as áreas habitadas pelos povos nativos da Sibéria, como Iakuts, Tungus (Evenkis), Ostiaks, entre outros. Krasnoiarsk era o centro administrativo da província, e era um dos lugares para onde as autoridades imperiais russas enviavam exilados políticos. A carta indica que a distância de Krasnoiarsk até São Petersburgo é 4,889 verstas, e de Krasnoiarsk para Moscou, 4,373¾ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Irkutsk

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata província de Irkutsk, situada na Sibéria oriental e fazendo fronteira com a China (Mongólia atual) ao sul. Irkutsk, situada a oeste do lago Baikal, foi o centro administrativo. As autoridades imperiais russas normalmente enviavam exilados políticos para a província. A carta indica que a distância de Irkutsk até São Petersburgo é de 5,867½ verstas, e de Irkutsk para Moscou, 5,351¾ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.

Província de Eastland

Esta carta de baralho do início do século 19, é parte de um conjunto de 60 cartas, cada uma dedicada a uma província ou território diferente do Império Russo, que na época incluía o Grão-Ducado da Finlândia, Congresso da Polônia, e América Russa. Um lado de cada carta mostra o traje local e o brasão da província, o outro lado contém um mapa. Esta carta retrata a província de Eastland, situada na parte noroeste do império. A província faz fronteira com o Golfo da Finlândia ao noroeste e Lago Chudskoe ao sudeste. A Província de Estland foi criada em terras anexadas da Suécia no âmbito da Grande Guerra do Norte de 1700-1721. Reval (atual Tallin, Estónia), era o centro administrativo. A carta indica que a distância de Reval até São Petersburgo é de 358½ verstas, e de Reval para Moscou, 1,018¼ verstas. As distâncias são mostradas em verstas, uma medida russa, hoje não mais utilizada, equivalente a 1,0668 km.