10 de fevereiro de 2011

Duas Mulheres em Esqui Aquático Vestindo Tutu e Luvas Brancas

Dick e Julie Pope fundaram o Cypress Gardens, em 1936, uma das muitas atrações de beira de estrada que começaram a ladear as auto-estradas da Flórida e de outros estados dos EUA na década de 1920. Localizado entre Orlando e Tampa, em Winter Haven, os exuberantes jardins botânicos atraíam turistas que dirigiam para o sul atravessando a Flórida central pela auto-estrada 27 (U.S. Highway 27), conhecida como a Trilha das Flores de Laranjeira (The Orange Blossom Trail). Durante o início da década de 1940, Pope contratou mulheres para passear pelo parque usando vestidos no estilo antebellum (pré-guerra). Ele introduziu shows de esqui-aquático durante a Segunda Guerra Mundial para entreter os soldados que visitavam os jardins. As exibições em Cypress Gardens ajudaram a fomentar um maior interesse regional e nacional pelo esqui competitivo,e por volta de 1950 o Cypress Gardens ficou conhecido como a capital mundial do esqui-aquático. Foi também uma das atrações turísticas mais populares na Flórida, abrindo, deste modo, o caminho para parques temáticos bem maiores, como o Walt Disney World e o Universal Studios. Nesta imagem da década de 1960, as esquiadoras fazem um ato sincronizado combinando balé, o charme da mítica bela sulista, e o indisfarçado fascínio feminino - tudo atrás de um barco em alta velocidade enquanto sorriam para a câmera. A fotografia foi produzida para o Departamento de Comércio da Flórida, que usou imagens como esta para promover o turismo para o Estado.

Cartaz para a Venda de Subdivisão de Lotes Imobiliários

A drenagem de trras pantanosas, a penetração contínua das linhas ferroviárias, e a expansão das rodovias, todas pavimentaram o caminho para a Grande Explosão de Terras da Flórida, em meados da década de 1920. Esta imagem, tirada alguns anos antes da corrida especulativa atingir seu auge, mostra a promoção da Flórida, tanto como paraíso para os residentes, quanto uma máquina de dinheiro para os investidores em potencial. Cidades como Miami e São Petersburgo cresceram dez vezes em população em menos de duas décadas, à medida que o montante de dinheiro investido na construção de moradias e o desenvolvimento da hotelaria subia para dezenas de milhões de dólares. Em 1924, a Flórida alterou sua Constituição para proibir impostos sobre o renda e herança, fornecendo, assim, mais incentivos para que os investidores e os empresários abastados volvessem os olhos para o estado. Valores de terra inflacionados e emissão desenfreada de empréstimos imprudentes levaram à uma bolha especulativa que estourou em 1925. O colapso da Explosão de Terras da Flórida foi um acontecimento em uma série de eventos portentosos que prenunciaram o início da Grande Depressão em 1929.

Vista dos Estragos Feitos pelo Furacão de 1906

O sexto furacão de 1906 foi um dos 11 furacões ou ciclones tropicais da temporada de furacões no Atlântico. A tempestade aterrou em 27 de setembro de 1906, a oeste de Biloxi, Mississippi, mas causou uma destruição maior de Mobile, Alabama a Pensacola, na Flórida. O Furacão de Categoria 4 foi a tempestade mais destrutiva a atingir a região de Pensacola, em 170 anos. Ventos superiores a 105 milhas (170 quilômetros) por hora passaram pela cidade e pelo porto de Pensacola, e a Baía de Escambia, no Golfo do México, presenciou ondas de 14 pés (4,3 metros)de altura. Esta fotografia mostra a destruições causada ao porto de Pensacola. Vapor ainda sai da chaminé de um navio que quase afundado, e o porto está lotado de barcos virados e à deriva, e pontilhado por depósitos destruídos e docas destroçadas. No fundo, uma cidade destruída, com edifícios abalados que se estendem até o horizonte. A tempestade causou a morte de 134 pessoas e milhões de dólares em danos no Alabama e na Flórida.

Ondas Atingem Impiedosamente o Pier Navarre Durante a Aproximação do Furacão Ivan

O furacão Ivan foi o furacão mais forte da temporada de tempestades Atlânticas de 2004. Aterrou no continente americano em Gulf Shores, Alabama, em 16 de setembro, como tempestade de categoria 3. A temporada de furacões de 2004 foi particularmente ativa, com seis aterragens, quatro delas na Flórida. Ivan afetou enormemente as cidades litorâneas e as pequenas comunidades do Panhandle da Flórida, do Alabama e do Mississipi. Essa imagem dinâmica da aterragem de Ivan em Navarre Beach, Flórida, ilustra a força da elevação da maré e dos ventos que destruíram quilômetros de estradas e rodovias, e centenas de casas e lojas, algumas das quais haviam sobrevivido durante gerações. Furacão de categoria 5 no seu auge, no Golfo do México, Ivan tinha faixas de nuvens do tamanho do estado do Texas. Causou inundações em todo o leste dos Estados Unidos, bem como gerou mais de 100 tornados. Ivan quebrou vários recordes hidrológicos, levando o crédito de ser o causador do que pode ser a maior onda oceânica já registrada, uma onda de 91 pés (27 metros), e a mais rápida corrente no fundo marinho, a 2,25 metros por segundo (5 milhas por hora).

Hotel Americana

Projetado pelo arquiteto e imigrante russo Morris Lapidus (1902-2001) e concluído em 1956, o Hotel Americana é um exemplo dinâmico do estilo Arquitetura Moderna de Miami, ou "MIMO", que ganhou destaque no sudeste da Flórida nas décadas de 1950 e 1960. A Miami Modern era uma variante local do modernismo da metade do século, ou estilo internacional, que incorporava materiais pré-fabricados, tais como concreto pré-moldado, para produzir desenhos experimentais e transmitir um forte sentido de tecnologia moderna e inovação. Formas da era espacial incorporando elementos tais como curvas parabólicas eram combinadas com as novas possibilidades do concreto pré-moldado, exemplificadas pelos trabalhos de Frank Lloyd Wright. O concret armado permitia aos arquitetos manipular a forma dos edifícios de modo criativo, além de facilitar a decoração dos edifícios com elementos elaborados, incluindo paredes ondulantes de concreto e telhados em cantilever. O reinado da MIMO na Flórida aconteceu ao mesmo tempo em que o ar condicionado se tornava mais viável para os grandes espaços comerciais. No entanto, muitos dos edifícios foram projetados para captar a brisa do mar da região através de exposições côncavas de frente para o mar e passarelas porosas adjacentes aos quartos, permitindo um maior fluxo de ar. Esta imagem mostra a entrada modernista do Americana e sua exuberância sinuosa, com o padrão geométrico repetido das varandas exaltando a estética da precisão matemática e a grande escala do hotel.

Kazuo e Masuko Kamiya quando Crianças

Esta fotografia, tirada por volta de 1920, mostra duas crianças da Colônia de Yamato, uma comunidade agrícola no sul da Flórida, fundada pelo imigrante japonês Jo Sakai em 1905 com o incentivo das autoridades da Flórida, que achavam que os japoneses poderiam introduzir métodos de cultivo inovadores e novas culturas. Yamato era um nome antigo do Japão. A comunidade estava localizada no que é hoje Boca Raton, e os agricultores plantaram abacaxis e, posteriormente, legumes de inverno. Jo Sakai incentivava os jovens de sua aldeia japonesa, Miyazu, a se estabelecerem em Yamato, uma perspectiva que seduziu várias centenas de imigrantes, à medida que a industrialização e a escassez de terra fazia da agricultura no Japão uma atividade cada vez mais difícil. Muitos dos colonos não permaneceram por muito tempo; alguns voltaram para o Japão e outros se mudaram para outros locais em busca de maiores oportunidades, como para a costa oeste dos Estados Unidos. Poucos dos colonos japoneses permaneceram por ocasião da Segunda Guerra Mundial. Em 1942, pouco tempo depois do ataque a Pearl Harbor, quando o sentimento anti-japonês estava no seu auge, o governo federal confiscou as terras dos colonos -- mais de 6.000 acres (2.428 hectares) -- para criar uma base de treinamento para o Army Air Corp, terminando com a Colônia Yamato. Um antigo colono da Colônia Yamato, George Morikami, trabalhou como agricultor, em Delray Beach, até a década de 1970, quando doou suas terras para o Condado de Palm Beach para estabelecer o que é agora o Museu Morikami e Jardins Japoneses.