Grupo de onze adultos e crianças, sentados em um tapete, em frente a uma yurt

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

Cidade de Tobolsk vista do nordeste. Ao longe pode-se ver a confluência dos rios Tobol e Irtich

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

Cidade de Tobolsk vista da Catedral de Assunção, desde o noroeste

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

Catedral da Assunção em Tobolsk. Muralha e parte de uma cerca

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

Igreja de São Nicolau, o Fazedor de Milagres, em Tobolsk (350 anos de idade)

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

Igreja da Santa Mãe de Deus, em Tobolsk (300 anos de idade)

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

Igreja da Santa Mãe de Deus (vista por outro lado). Tobolsk

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

Vista da cidade de Tobolsk do campanário da Igreja da Transfiguração no Seminário Espiritual

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

Confluência dos rios Tobol e Irtich. Tobolsk

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

Parte da construção do lado esquerdo da ponte (tirada descendo o rio). Ialutorovsk

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.