Barragem de Ferrovia na Enseada Soroki

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

O Acordo de Buganda, 1955

No final do século XIX, Buganda era um poderoso reino da África Oriental, que se estendia ao longo da costa noroeste do Lago Vitória, no atual centro-sul de Uganda. O Acordo de Buganda de 1900, que concedeu a Buganda um elevado grau de autonomia interna sob a tutela do Protetorado de Uganda governado pelos britânicos, foi modificado por este tratado de 1955. O Acordo de Buganda, 1955 foi assinado em 18 de outubro daquele ano entre Sir Andrew Cohen, Governador e Comandante-chefe do Protetorado de Uganda, em nome de Sua Majestade a Rainha Elizabeth II, do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, e Edward Frederick William David Walugembe Mutebi Luwangula Mutesa II, Kabaka de Buganda, para e em nome do kabaka, dos chefes e do povo de Buganda. O novo acordo resolvia um impasse entre o governador, que queria que Uganda se desenvolvesse como um Estado unitário e o kabaka (rei), que queria que Buganda se tornasse uma entidade autônoma para proteger a sua identidade. O kabaka, em nome do povo de Buganda, concordou em cooperar totalmente com o governador para assegurar o protetorado britânico e ajudar e controlar a si mesmo, seu povo e seus territórios. As assinaturas do governador, do kabaka e de outras testemunhas aparecem no final do acordo.

O Acordo de Ankole, 1962

O Acordo de Ankole de 1901 consolidou Nkore e outros estados como Reino de Ankole, sob os auspícios do Protetorado Britânico de Uganda. O acordo foi alterado por outros acordos entre o governador de Uganda e o omugabe (rei) de Ankole até este acordo de 1962. O Acordo de Ankole, 1962 foi assinado em 30 de agosto de 1962: “entre Sir Walter Fleming Coutts, Cavaleiro Comandante da Ordem Mais Distinta de São Miguel e São Jorge, membro da Mais Excelente Ordem do Império Britânico e Governador e Comandante-chefe do Protetorado de Uganda em nome de Sua Majestade a Rainha Elizabeth II, pela graça de Deus do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte e de seus outros Reinos e Territórios, Chefe da Comunidade das Nações e Defensora da Fé, por um lado; e Rubambansi Nyakusinga Sir Charles Godfrey Gasyonga II, Omugabe do Reino de Ankole por e com o conselho e consentimento do Eishengyero para si e seus sucessores no cargo e em nome do Eishengyero e do povo do Reino de Ankole do Protetorado de Uganda. Uganda se tornou independente em outubro de 1962. O reino de Ankole foi abolido em 1967.

Capela na montanha Chapan-Ata, a cinco verstas de Samarkand

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

Tumba na montanha em Shakh-I Zindeh. Samarkand

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

Litoral em Gagra

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

Exibição de tecido e bolsas bordados

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

Vista do mosteiro a partir da ilha Svetlitsa, mosteiro de São Nil Stolbensky, lago Seliger

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

Portões no lado sul da Catedral da Transfiguração, na cidade de Tver

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.

Estudo perto da Cascata Kivach. Rio Suna

No começo do século XX, o fotógrafo russo Sergei Mikhailovich Prokudin-Gorskii (1863-1944), usou um processo especial de fotografia colorida para criar um registro visual do Império Russo. Algumas fotografias de Prokudin-Gorskii datam de 1905, mas a maior parte de seu trabalho é do período entre 1909 e 1915 quando, com o apoio do Czar Nicolau II e do Ministério dos Transportes, ele empreendeu extensas viagens por muitas partes diferentes do império.