Caçando perto de Al-Ain

Esta fotografia de 1965, tirada perto de Al-Ain, um oásis no deserto localizado a aproximadamente 160 quilômetros a leste da cidade de Abu Dhabi, no emirado de Abu Dhabi, mostra dois caçadores com seu falcão e uma gazela morta. Os povos árabes têm como tradição a caça da gazela e o nome Abu Dhabi, literalmente, significa "pai da gazela" em árabe. A falcoaria é tanto um esporte quanto um meio de caça por alimento que se desenvolveu ao longo dos séculos no mundo árabe e em outros lugares. Conhecido como o "esporte dos xeiques", a falcoaria foi inscrita na Lista Representiva do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO em 2010. A fotografia é da Coleção Coronel Edward "Tug" Bearby Wilson da Biblioteca Nacional, Autoridade de Abu Dhabi para a Cultura e Patrimônio, e foi tirada por Wilson. O coronel "Tug" Wilson (1921–2009) foi um oficial do exército britânico que, na década de 1960, foi destacado para o governo de Abu Dhabi para ajudar a construir a força de defesa nacional. Ele era amigo pessoal do governante de Abu Dhabi, o xeique Zayed bin Sultan Al Nahyan (1918-2004), com quem compartilhava interesses em falcoaria e passeios a cavalo.

Mesquita em Al-Ain

Esta fotografia de 1963 mostra um dos primeiros exemplos de uma mesquita e seu minarete em Al-Ain, um oásis no deserto localizado a aproximadamente 160 quilômetros a leste da cidade de Abu Dhabi, no emirado de Abu Dhabi. Al-Ain ("a nascente", em árabe) tem esse nome por causa do abundante abastecimento de água doce subterrâneo que tem sido usado durante séculos para irrigar plantações de tâmara e pequenas fazendas. A fotografia é da Coleção Coronel Edward "Tug" Bearby Wilson da Biblioteca Nacional, Autoridade de Abu Dhabi para a Cultura e Patrimônio, e foi tirada por Wilson. O coronel "Tug" Wilson (1921–2009) foi um oficial do exército britânico que, na década de 1960, foi destacado para o governo de Abu Dhabi para ajudar a construir a força de defesa nacional. Ele era amigo pessoal do governante de Abu Dhabi, o xeique Zayed bin Sultan Al Nahyan (1918-2004), com quem compartilhava interesses em falcoaria e passeios a cavalo.

Xeique Zayed e outros na exibição da força de defesa

Esta fotografia de 1962 mostra o xeique Zayed bin Sultan Al-Nahyan (1918–2004), seu irmão, o xeique Khalid e assessores estrangeiros assistindo a uma exibição das forças de defesa de Abu Dhabi. O xeique Zayed, filho mais novo do xeique Sultan bin Zayed bin Khalifa Al-Nahyan, tornou-se o governante de Abu Dhabi em 1966. Abu Dhabi naquela época era um dos Estados da Trégua, assim chamado em referência à trégua do século XIX entre a Grã-Bretanha e os xeiques locais que eram os governantes hereditários dos territórios que fazem fronteira com a Arábia Saudita a oeste e Omã ao sul. Estes estados se tornaram totalmente independentes em 1971 e o xeique Zayed desempenhou um papel fundamental na formação dos Emirados Árabes Unidos, uma federação de sete emirados que outrora compreendeu os Estados da Trégua. A fotografia é da Coleção Coronel Edward "Tug" Bearby Wilson da Biblioteca Nacional, Autoridade de Abu Dhabi para a Cultura e Patrimônio, e foi tirada por Wilson. O coronel "Tug" Wilson (1921–2009) foi um oficial do exército britânico que, na década de 1960, foi destacado para o governo de Abu Dhabi para ajudar a construir a força de defesa nacional. Ele era amigo pessoal do xeque Zayed, com quem compartilhava interesses em falcoaria e passeios a cavalo.

Dois jovens com cavalos preparando-se para o casamento do xeique Zayed

Esta fotografia de 1962, tirada perto de Al-Ain, um oásis no deserto localizado a aproximadamente 160 quilômetros a leste da cidade de Abu Dhabi, no emirado de Abu Dhabi, mostra dois jovens com cavalos preparando-se para o casamento do xeique Zayed bin Sultan Al-Nahyan (1918-2004) com a xeique Fatima bint Mubarak Al Ketbi. O xeique Zayed tornou-se o governante de Abu Dhabi em 1966. A fotografia é da Coleção Coronel Edward "Tug" Bearby Wilson da Biblioteca Nacional, Autoridade para a Cultura e Patrimônio de Abu Dhabi, e foi tirada por Wilson. O coronel "Tug" Wilson (1921–2009) foi um oficial do exército britânico que, na década de 1960, foi destacado para o governo de Abu Dhabi para ajudar a construir a força de defesa nacional. Ele era amigo pessoal do xeique Zayed, com quem compartilhava interesses em falcoaria e passeios a cavalo.

Um falcoeiro com seu falcão perto de Al-Ain

Esta fotografia de 1965 mostra um caçador com seu falcão perto de Al-Ain, um oásis no deserto localizado a aproximadamente 160 quilômetros a leste da cidade de Abu Dhabi, no emirado de Abu Dhabi. A falcoaria é tanto um esporte quanto um meio de caça por alimento que se desenvolveu ao longo dos séculos no mundo árabe e em outros lugares. Conhecido como o "esporte dos xeiques", a falcoaria foi inscrita na Lista Representiva do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO em 2010. A fotografia é da Coleção Coronel Edward "Tug" Bearby Wilson da Biblioteca Nacional, Autoridade de Abu Dhabi para a Cultura e Patrimônio, e foi tirada por Wilson. O coronel "Tug" Wilson (1921–2009) foi um oficial do exército britânico que, na década de 1960, foi destacado para o governo de Abu Dhabi para ajudar a construir a força de defesa nacional. Ele era amigo pessoal do governante de Abu Dhabi, o xeique Zayed bin Sultan Al Nahyan (1918-2004), com quem compartilhava interesses em falcoaria e passeios a cavalo.

Pessoas celebrando o casamento do xeique Zayed

Esta fotografia de 1962 mostra pessoas reunidas em Al-Ain para celebrar o casamento do xeique Zayed bin Sultan Al Nahyan (1918-2004) com a xeique Fatima bint Mubarak Al Ketbi. O xeique Zayed tornou-se governante de Abu Dabi em 1966. Al-Ain é um oásis no deserto localizado a aproximadamente 160 quilômetros a leste da cidade de Abu Dhabi, no emirado de Abu Dhabi. Como líder de Abu Dhabi, o xeique Zayed realizou um programa de desenvolvimento de Al-Ain por meio de grandes investimentos em irrigação, recuperação de terras do deserto e construção de estradas e edifícios. A fotografia é da Coleção Coronel Edward "Tug" Bearby Wilson da Biblioteca Nacional, Autoridade de Abu Dhabi para a Cultura e Patrimônio, e foi tirada por Wilson. O coronel "Tug" Wilson (1921–2009) foi um oficial do exército britânico que, na década de 1960, foi destacado para o governo de Abu Dhabi para ajudar a construir a força de defesa nacional. Ele era amigo pessoal do xeique Zayed, com quem compartilhava interesses em falcoaria e passeios a cavalo.

Qasr Al-Hosn, o forte do governante em Abu Dhabi

Esta fotografia de 1965 mostra Qasr Al-Hosn, fortaleza e tradicional residência dos xeiques de Abu Dhabi. Originalmente construída como uma torre de vigia por volta de 1761 pelo xeique Dhiyab bin Isa, foi ampliada a um pequeno forte, por volta de 1793, por seu filho, o xeique Shakhbut bin Dhiyab e, naquela época, tornou-se a residência permanente do governante de Abu Dhabi. Ela foi ampliada ainda mais no final da década de 1930, em consequência da injeção de capital proveniente das concessões petrolíferas e manteve-se como o palácio principal de Abu Dhabi até 1966. Vista na brisa do deserto está a bandeira de Abu Dhabi, que combina o tradicional vermelho dos emirados muçulmanos com o branco, que a Grã-Bretanha, em virtude do Tratado Marítimo Geral de 1820, solicitou aos Estados da Trégua (como os emirados eram conhecidos) para adicionar às suas bandeiras como sinal de suas intenções pacíficas. A fotografia é da Coleção Coronel Edward "Tug" Bearby Wilson da Biblioteca Nacional, Autoridade de Abu Dhabi para a Cultura e Patrimônio, e foi tirada por Wilson. O coronel "Tug" Wilson (1921–2009) foi um oficial do exército britânico que, na década de 1960, foi destacado para o governo de Abu Dhabi para ajudar a construir a força de defesa nacional. Ele era amigo pessoal do governante de Abu Dhabi, o xeique Zayed bin Sultan Al Nahyan (1918-2004), com quem compartilhava interesses em falcoaria e passeios a cavalo.

Um falcoeiro em frente ao Qasr Al-Hosn, o forte do governante de Abu Dhabi

Esta fotografia da década de 1960 mostra um falcoeiro em frente à Qasr Al-Hosn, fortaleza e tradicional residência dos xeiques de Abu Dhabi. Originalmente construída como uma torre de vigia por volta de 1761 pelo xeique Dhiyab bin Isa, foi ampliada a um pequeno forte, por volta de 1793, por seu filho, o xeique Shakhbut bin Dhiyab e, naquela época, tornou-se a residência permanente do governante de Abu Dhabi. Ela foi ampliada ainda mais no final da década de 1930, em consequência da injeção de capital proveniente das concessões petrolíferas e manteve-se como o palácio principal de Abu Dhabi até 1966. A falcoaria é tanto um esporte quanto um meio de caça por alimento que se desenvolveu ao longo dos séculos no mundo árabe e em outros países. Conhecido como o "esporte dos xeiques", a falcoaria foi inscrita na Lista Representiva do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO em 2010. A fotografia é da Coleção Coronel Edward "Tug" Bearby Wilson da Biblioteca Nacional, Autoridade de Abu Dhabi para a Cultura e Patrimônio, e foi tirada por Wilson. O coronel "Tug" Wilson (1921–2009) foi um oficial do exército britânico que, na década de 1960, foi destacado para o governo de Abu Dhabi para ajudar a construir a força de defesa nacional. Ele era amigo pessoal do governante de Abu Dhabi, o xeique Zayed bin Sultan Al Nahyan (1918-2004), com quem compartilhava interesses em falcoaria e passeios a cavalo.

A primeira ponte Maqtaa em construção

Esta fotografia de 1968 mostra a construção da ponte Al-Maqtaa, em Abu Dhabi. A ponte de aço de vão único liga a cidade de Abu Dhabi ao continente. Vista ao fundo está a torre de vigia de Maqtaa de 200 anos, parte do forte de Al-Maqtaa, que serviu como uma torre de vigia e linha de defesa contra invasões. O forte foi construído em estilo tradicional utilizando madeira e pedra macia de cor de areia. A fotografia é da Coleção Coronel Edward "Tug" Bearby Wilson da Biblioteca Nacional, Autoridade de Abu Dhabi para a Cultura e Patrimônio, e foi tirada por Wilson. O coronel "Tug" Wilson (1921–2009) foi um oficial do exército britânico que, na década de 1960, foi destacado para o governo de Abu Dhabi para ajudar a construir a força de defesa nacional. Ele era amigo pessoal do governante de Abu Dhabi, o xeique Zayed bin Sultan Al Nahyan (1918-2004), com quem compartilhava interesses em falcoaria e passeios a cavalo.

A mesquita do Sultan Bin Zayed I

Esta fotografia de 1960 mostra a mesquita do xeique Sultan Bin Zayed I em Al-Bateen, um bairro da cidade de Abu Dhabi. Em primeiro plano aparecem os mahāmil, um tipo de barco de pesca utilizado no Golfo Pérsico. A fotografia é da Coleção Coronel Edward "Tug" Bearby Wilson da Biblioteca Nacional, Autoridade de Abu Dhabi para a Cultura e Patrimônio, e foi tirada por Wilson. O coronel "Tug" Wilson (1921–2009) foi um oficial do exército britânico que, na década de 1960, foi destacado para o governo de Abu Dhabi para ajudar a construir a força de defesa nacional. Ele era amigo pessoal do governante de Abu Dhabi, o xeique Zayed bin Sultan Al Nahyan (1918-2004), com quem compartilhava interesses em falcoaria e passeios a cavalo.