7 de maio de 2009

Mapa da metade sul da Sibéria Oriental e partes da Mongólia, Manchúria e Sakhalin: Para um esboço geral da Orografia do Leste da Sibéria

Orografia é um ramo da ciência da geomorfologia que trata sobre a disposição e características de colinas e montanhas. A orografia de uma região diz respeito a seu terreno elevado. Este esboço geral da orografia da Sibéria oriental e áreas adjacentes exibe colinas, platôs, planícies, cadeias de montanhas, e outras caracterizações. São exibidos também centros provinciais e distritais, fortalezas, aldeias Cossacas, postos de guarda, fábricas e plantas, minas, campos de ouro, mosteiros, e estradas postais e da região.

Mapa dos Rios Doce e Jequitinhonha Copiado de Documentos Encontrados na Câmara dos Representantes

Este mapa do século XIX mostra os rios Doce e Jequitinhonha e seus afluentes, no estado brasileiro de Minas Gerais, na região sudeste. O mapa, que foi copiado de um original mais antigo, é o trabalho de José Raimundo da Cunha Matos (1776-1839), um historiador militar brasileiro e membro fundador do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro . Embora Minas Gerais seja mais conhecida pelas minas de ouro e diamantes que deram seu nome à região, a agricultura tornou-se mais importante para a economia regional no decorrer do século XIX, à medida que as minas foram se esgotando.

Província de Kutaisk

Este cartão é um dos exemplares de uma série de 82 cartões ilustrados um para cada província do Império Russo conforme existiam em 1856. Cada cartão apresenta um panorama da cultura, história, economia, e geografia de uma determinada província. A frente do cartão retrata características distintas tais como rios, montanhas, cidades, e indústrias principais. O verso de cada cartão contém um mapa da província, a sede da província, informações sobre a população, e os trajes locais dos habitantes. Guberniia kutaiskaia (Província de Kutaisi) retratado neste cartão corresponde a parte da atual Geórgia.

Desfile, Celebração dos Três Reis

Esta fotografia do Uruguai mostra homens vestidos de reis, com coroas, capas esvoaçantes e longas barbas, montados em cavalos para cumprimentarem os seus "súditos." Tres Reyes, ou o Dia de Reis, comemorado em 6 de janeiro, é tradicionalmente a época em que as crianças uruguaias recebem seus presentes de Natal. A fotografia é da coleção da Biblioteca Colombo da Organização dos Estados Americanos (OEA), que inclui 45.000 fotografias ilustrativas da vida e da cultura nas Américas. Muitas das fotografias foram tiradas por importantes fotógrafos em missões da OEA aos países-membros. A OEA foi fundada em abril de 1948, quando 21 países do hemisfério ocidental adotaram o Estatuto da OEA, no qual reafirmavam seu compromisso pela consecução de objetivos comuns e o respeito pela soberania uns dos outros. Desde então, a OEA se expandiu, incluindo as nações do Caribe de língua inglesa, bem como o Canadá. O organização que antecedeu a OEA foi a União Pan-Americana, fundada em 1910 que, por sua vez, originou-se da União Internacional das Repúblicas Americanas, criada durante a Primeira Conferência Internacional dos Estados Americanos, entre 1889-90.

Província de Perm

Este cartão é um dos exemplares de uma série de 82 cartões ilustrados um para cada província do Império Russo conforme existiam em 1856. Cada cartão apresenta um panorama da cultura, história, economia, e geografia de uma determinada província. A frente do cartão retrata características distintas tais como rios, montanhas, cidades, e indústrias principais. O verso de cada cartão contém um mapa da província, a sede da província, informações sobre a população, e os trajes locais dos habitantes.

Discurso Proferido pelo Sr. Houphouet-Boigny, Ministro de Estado no Estádio Geo-Andre em Abidjan, em 7 de Setembro de 1958

Félix Houphouët-Boigny (1905-93) foi o primeiro presidente da Costa do Marfim. Ele proferiu este discurso brevemente antes do referendo de Setembro de 1958 sobre o futuro da África Francesa Ocidental. Houphouet-Boigny definiu o caminho para a independência do país, mas também apelou para a preservação de laços fortes com a França, no âmbito de uma nova Comunidade Francesa. Costa do Marfim se tornou de fato num protectorado Francês em uma série de tratados concluídos em 1843-44, e numa colônia Francesa em 1893. De 1904 a 1958, a Costa do Marfim fez parte da Federação da África Ocidental Francesa. Com a passagem do referendo de 1958, em Dezembro de 1958 a Costa do Marfim tornou-se numa república autônoma dentro da Comunidade Francesa. O país se tornou totalmente independente em 7 de Agosto de 1960. Houphouet-Boigny serviu como presidente de 1960 até sua morte em 1993. Como presidente, ele favoreceu laços estreitos com a França e o Ocidente. Ele se opôs aos planos de criar uma federação Africana Ocidental, em parte porque ele temia que a relativamente próspera Costa do Marfim pudesse subsidiar os outros membros da federação.