Grunhidos de Uganda

Descrição

Grunhidos de Uganda é um livro de reflexões sobre vários aspectos da vida moderna escrito por um inglês anônimo que viveu em Uganda na primeira parte do século XX. O pseudônimo do autor, Critolaos, foi tirado de um filósofo da Grécia antiga relativamente obscuro que era membro da escola dos Céticos. O primeiro capítulo, intitulado "Civilização à Distância", descreve a experiência do autor que viveu em uma cabana de palha em Baganda, construída de acordo com suas próprias especificações e maneira. Os capítulos sucessivos tratam do que o autor vê, de sua perspectiva imparcial como um eremita na África, como os males da civilização moderna europeia e americana: propaganda, comercialismo, desejo excessivo pelo dinheiro, um sistema educacional falho e acidentes envolvendo carros motorizados. O capítulo final reconta o início da vida do autor como garimpeiro de ouro na Colúmbia Britânica, Canadá, com reflexões sobre as possibilidades de "se tornar rico repentinamente" e as injustiças normalmente sofridas por garimpeiros. Pouco se sabe sobre a verdadeira identidade do autor, por quê ele foi para Uganda ou quanto tempo ele permaneceu por lá, embora um estudioso afirme que seu verdadeiro nome era H.B. Carter, o autor de um livro sobre desemprego de 1905 publicado sob o mesmo pseudônimo.

Data de Criação

Informação da Publicação

Elliot Stock, Londres

Idioma

Título no Idioma Original

Growls from Uganda

Tipo de Item

Descrição Física

120 páginas: ilustrações, 20 centímetros

Observações

  • Da Biblioteca da Universidade de Ndejje. Digitalizado na Biblioteca Nacional de Uganda com o apoio da Corporação Carnegie de Nova Iorque.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 10 de janeiro de 2014