Mapa da defesa costeira

Descrição

Em 1853, o comodoro Matthew C. Perry, da Marinha dos Estados Unidos, entrou no porto de Yokohama, próximo a Edo (Tóquio), com uma frota intimidante de navios de guerra a vapor. Seu objetivo era abrir as portas do Japão para o comércio depois de quase dois séculos de contato restrito com o mundo externo. A visita de Perry levou o xogunato Edo a reconsiderar, com os senhores feudais da região, a forma de proteção costeira, e ordenar a construção de fortes ao redor da atual Baía de Tóquio. Este mapa de okatame (defesa costeira) retrata o sistema de defesa como era em 1852 e fornece informações sobre os estrangeiros que chegaram desde então. O mapa quadriculado colado na parte inferior do mapa contém as insígnias hereditárias e emblemas condecorativos dos samurais (senhores feudais) incumbidos de proteger as regiões costeiras sob seu controle administrativo. O mapa é orientado com o norte apontando para o lado esquerdo inferior, posicionando a cidade capital de Edo no canto inferior esquerdo. O xogunato planejara construir inicialmente 11 fortes, mas conseguiu terminar apenas cinco. Os fortes e suas medidas também são mostrados no canto inferior esquerdo, entre as frotas estrangeiras e a capital.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

神国伏夷武徳安民 御固泰平鑑

Tipo de Item

Descrição Física

1 mapa: xilogravura, colorida; 30 x 83 centímetros, dobrado em capas de 17 x 11 centímetros.

Observações

  • Não está desenhado em escala.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 12 de dezembro de 2017