Vistas de Petrópolis

Descrição

A cidade de Petrópolis foi fundada por um decreto do governo em 16 de março de 1843 e recebeu tal nome em homenagem ao Imperador Pedro II (1825 a 1891, reinou de 1831 a 1889). O decreto outorgou a construção do Palácio Imperial e suas dependências e jardins, que formaram a Quinta Imperial de Petrópolis. Chamada de Cidade Imperial por sua associação com a família real, Petrópolis serviu como residência de verão dos imperadores brasileiros e foi a capital do estado do Rio de Janeiro de 1894 a 1902. Este álbum, que data dos anos de 1860, contém 15 imagens das principais vistas da cidade, incluindo o palácio, a Igreja Matriz, a cachoeira, as ruas da cidade e o Novo Cemitério. O álbum foi produzido por Pedro Hees (1841 a 1880), um dos primeiros e mais importantes fotógrafos do Brasil. Hees dirigiu um estúdio de fotografia em Petrópolis, o qual seu filho Otto Hees (1870 a 1941) herdou após o falecimento prematuro do pai. O álbum é parte da Coleção Thereza Christina Maria na Biblioteca Nacional do Brasil. A coleção é composta por 21.742 fotografias reunidas pelo Imperador Pedro II ao longo de sua vida e foi doada por ele à Biblioteca Nacional.

Última Atualização: 18 de fevereiro de 2015