A arte completa da medicina

Descrição

Kitāb Kāmil al-ṣināʻah al-ṭibbīyah: al-maʻrūf bi-al-Malaki (A arte completa da medicina) é o único trabalho conhecido de Ali Ibn al Abbas al Majusi (falecido em 994), também conhecido por seu nome latinizado, Ali Abas. Al Majusi nasceu perto de Xiraz, na Pérsia (atual Irã), no início do século X. Pouco se sabe sobre seu passado, mas seu apelido, al Majusi, sugere que ele ou seu pai eram originalmente zoroastrianos. Ele estudou medicina e serviu ao rei Adud al-Dulwa (falecido em 983), para quem o Kitab Kamil é dedicado. O trabalho é composto por 20 tratados: dez sobre a teoria e dez sobre a prática da medicina. Al Majūsī é reconhecido por sua descrição precisa da pleurisia, sua compreensão sobre veias, artérias e do sistema circulatório; e por seu reconhecimento da importância da dieta, repouso e exercício físico na manutenção da saúde. Kitab Kamil foi parcialmente traduzido para o latim no início de 1089, e circulou amplamente pela Europa em manuscrito e, mais tarde, em edições impressas. O manuscrito foi copiado em uma escrita naskh clara pequena, com 29 linhas por página. O texto é escrito com linhas azuis e douradas. Os títulos e outras deixas, que aparecem abaixo do texto, estão em vermelho. Um índice precede o texto. A data no colofão, 841 A.H. (1437–1438 d.C.) é questionável, uma vez que foi adicionada ao final do texto, por outra pessoa. O manuscrito foi um presente de Harvey Cushing (1869–1939), um neurocirurgião formado em Yale, cuja coleção de livros médicos raros compõe uma parte essencial da Biblioteca Histórica Médica presente na Biblioteca Médica Harvey Cushing/John Hay Whitney, Universidade de Yale.

Idioma

Título no Idioma Original

كتاب كامل الصناعة الطبية تأليف علي بن العباس.

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

Superfície escrita: 10,7 x 19,7 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 15 de abril de 2016