Poesia selecionada de Zafar

Descrição

Muntakhib Kulliyat-I Zafar é uma coleção de poesias feita pelo último imperador mongol e último governante da Dinastia Timúrida, Muhammad Bahadur Shah II (1775–1862), geralmente conhecido como Bahadar Shah Zafar. Filho de Akbar Shah II, governador de um império em declínio, Zafar era um prolífico escritor e um grande poeta urdu. Ele foi influenciado por Sauda, Meer e Insha, poetas eminentes urdus do século XVIII ao início do século XIX. Zafar também era um notável patrono de poetas contemporâneos, incluindo Ghalib, Dagh, Shah Naseer, Momin e Zauq. Ele subiu ao trono em 1837, mas seu controle não foi muito além do Forte Vermelho de Deli. Após a Revolta de 1857 (também conhecida como a Revolta dos Cipaios), os britânicos o exilaram em Rangum, onde viveu até a sua morte. Grande parte de sua poesia lamenta a perda e o sofrimento e a dor psicológica do aprisionamento. Ele escreveu geets, poemas com um persistente ritmo melódico, mas a maior parte de sua produção prodigiosa estava na forma cadente dos ghazals. Grande parte de sua obra foi perdida no caos de 1857, mas seus ghazals que sobreviveram foram reunidos em uma coleção na qual a eloquência, o misticismo sufi e o estilo fluente que caracterizam sua obra são evidentes. Nesta edição, a língua urdu possivelmente não familiar é explicada em termos persas e árabes.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Munshi Nol Kashor, Kanpur, Índia

Título no Idioma Original

منتخب کلیات ظفر

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

184 páginas, 26,4 x 17 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 3 de dezembro de 2012