Águas negras: A estranha história de Port Blair

Descrição

Tavarikh-i ‘ajib (Águas negras: A estranha história de Port Blair) é um relato da colônia penal britânica de Port Blair, localizada nas Ilhas Andaman e Nicobar, no Oceano Índico. Os britânicos estabeleceram uma base naval e uma colônia penal pela primeira vez nas ilhas em 1789, que eles haviam abandonado em 1796 por causa de doenças. Após a Revolta de 1857 (também conhecida como a Revolta dos Cipaios), as autoridades britânicas na Índia viram uma nova necessidade de uma prisão segura em um local remoto e a construção teve início em Port Blair posteriormente naquele ano. Nas décadas seguintes, muitos prisioneiros políticos foram abrigados na Prisão celular, também chamada de Kala Pani (Águas Negras). Muhammad Jafar (1838–1905) foi deportado à colônia de Andaman por sua participação na revolta de 1857. Neste livro, ele descreve a vida e os costumes dos moradores da ilha, as regras e regulamentos para o gerenciamento dos condenados no período entre 1858 e 1879 e as pessoas no comando da colônia penal. Ele também destaca os principais eventos, como o assassinato em 1872 do Governador-geral Lord Mayo em Port Blair. O livro inclui uma tabela de palavras e frases em hindi e urdu e os equivalentes em árabe. Outras tabelas detalham as diversas línguas faladas na colônia. A obra é ilustrada com desenhos dos habitantes e da flora e fauna locais. Ela foi publicada pela primeira vez em 1890; esta cópia é a segunda edição, revisada e expandida, de 1892.

Última Atualização: 16 de janeiro de 2015