Borboleta de papelão de Walt Whitman

Descrição

Aqui é mostrada a borboleta de papelão colorida de forma brilhante que pertenceu ao poeta americano Walt Whitman. Em 1877, uma fotografia de Whitman tirada por W. Curtis Taylor de Broadbent & Taylor na Filadélfia, mostrava o poeta segurando a borboleta. Um retrato que Whitman desejava usar como o frontispício de uma nova edição de Folhas de Relva. Para promover sua imagem de amante da natureza, ele alegou que o inseto era real e um de seus "bons amigos". Na verdade, a borboleta de papelão recortado era claramente um truque fotográfico. Agora nas coleções da Biblioteca do Congresso, ela estava guardada em um dos primeiros cadernos de Whitman doados para a Biblioteca em 1918. A palavra "Páscoa" está impressa em sua coluna, bem como a letra de um hino de Mason John Neale. Dr. R. M. Bucke, um dos herdeiros literários de Whitman, disse que para Whitman a borboleta representava Psiquê (a deusa grega da alma), ou a alma do próprio poeta.

Última Atualização: 16 de outubro de 2012