O Passo de Ali Musjid, guarda avançada dos sikhs

Descrição

No outono de 1878, o jornal The Illustrated London News enviou o artista escocês William Simpson (1823–1899) para o Afeganistão prevendo um conflito entre a Grã Bretanha e líderes de tribos afegãs. Os britânicos estavam preocupados com o aumento da influência russa na região e uma possível ameaça russa à Índia britânica. Os conflitos eclodiram em novembro de 1878, dando início ao que ficou conhecido como a Segunda Guerra Anglo-Afegã (1878-1880). Simpson cobriu o conflito, mas também se interessou pelas pessoas que encontrou e lugares que visitou, especialmente as ruínas budistas, várias das quais ele escavou. Este esboço, datado em 23 de novembro de 1878, mostra o Passo de Ali Masjid e as tropas dos sikhs servindo às forças britânicas no avanço, do noroeste de Ali Masjid até Dakka. O desenho pertence à Coleção Militar Anne S.K. Brown, e fica na Biblioteca da Universidade de Brown.

Última Atualização: 30 de setembro de 2016