Homestead, Pensilvânia, 1902

Descrição

Este mapa panorâmico mostra Homestead, Pensilvânia, tal como era em 1902. Homestead foi o local de uma grande usina siderúrgica de propriedade de Andrew Carnegie e de uma greve sangrenta em 1892 resultado de uma controvérsia entre a Companhia de Aço Carnegie e o sindicato dos metalúrgicos. O índice na parte inferior indica pontos de interesse, incluindo fábricas de aço e outras grandes instalações industriais, estações ferroviárias, escolas, igrejas e a biblioteca Carnegie da cidade. O número e a variedade de casas de culto—uma sinagoga e igrejas presbiterianas, batistas, luteranas, católicas polonesas, católicas alemãs, católicas lituanas, batistas galesas, metodistas episcopais africanas (AME) e outras congregações, refletem a diversidade étnica, racial e religiosa da cidade. O mapa panorâmico era uma forma de cartografia popularmente usada para descrever as cidades e as vilas dos Estados Unidos e do Canadá no final do século XIX e início do século XX. Também conhecido como vistas panorâmicas ou mapas em perspectiva, são representações das cidades retratadas como se fossem vistas de cima em um ângulo oblíquo. Os mapas, que geralmente não eram desenhados em escala, mostram padrões de rua, edifícios isolados e as principais características da paisagem em perspectiva. Este trabalho é de Thaddeus Mortimer Fowler (1842-1922), um dos mais prolíficos fabricantes de mapas panorâmicos.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

T. M. Fowler & James B. Moyer, Morrisville, Pensilvânia

Idioma

Título no Idioma Original

Homestead, Pennsylvania, 1902

Tipo de Item

Descrição Física

1 mapa colorido; 41 x 70 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 13 de abril de 2012