Cartaz de um mineiro de carvão da Pensilvânia, de 1937

Descrição

Este cartaz com a cabeça e os ombros de um mineiro de carvão foi feito em 1937 para o Projeto de Arte Federal da WPA, Pensilvânia. Um dos programas do New Deal (Novo Acordo) lançado pelo presidente Franklin D. Roosevelt para combater o desemprego na época da Depressão, entre 1936 e 1943, o WPA apoiou a criação de mais de 2.000 cartazes de artistas conhecidos. Cartazes como este foram usados para promover o turismo local e para divulgar uma variedade de programas: da arte à segurança. A mineração de carvão na Pensilvânia teve início no final do século XVIII em minas de xisto betuminoso na parte ocidental do estado e em minas de antracite no nordeste. A produção atingiu o pico em 1918, durante a Primeira Guerra Mundial, quando 330 mil mineiros estavam empregados e foram produzidas 277 milhões de toneladas de carvão. A indústria entrou em declínio após a guerra e atingiu um ponto crítico durante a Depressão, quando grande parte da indústria norte-americana estava ociosa. Em 2010, a Pensilvânia ainda era o quarto maior estado em produção de carvão nos Estados Unidos, com uma produção anual de pouco mais de 58 milhões de toneladas.

Data de Criação

Informação da Publicação

Projeto de Arte Federal da Administração de Projetos de Trabalho (WPA), Pensilvânia

Idioma

Título no Idioma Original

Poster of a Coal Miner, Pennsylvania, 1937

Tipo de Item

Descrição Física

1 gravura (cartaz): xilogravura, colorida

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 13 de abril de 2012