Três livros sobre a alma

Descrição

Muhammad ibn Ahmed ibn Rushd (também conhecido pela versão latinizada do seu nome, Averróis, 1126-1198) foi um jurista muçulmano, médico e filósofo de Córdoba, Espanha, mais conhecido no Ocidente por reapresentar Aristóteles para a Europa e o Oriente por suas obras médicas. Ele estudou teologia, direito e medicina, e escreveu obras importantes em todos esses campos. Ele atuou como juiz religioso de Sevilha, em 1169-1172 e como juiz chefe de Córdoba, em 1172-1182. Em 1169, Ibn Rushd começou a escrever uma série de comentários sobre Aristóteles, cujas obras ele provavelmente leu em traduções para o árabe e siríaco do grego original. Durante um período de quase três décadas, ele produziu comentários sobre quase todos os escritos de Aristóteles. Seu método era produzir comentários curtos, médios e longos sobre o mesmo trabalho, destinado a leitores com diferentes níveis de compreensão. Em grande parte esquecido no Ocidente Latino desde o século VI, Aristóteles passou por uma revitalização nos séculos XII e XIII, quando suas obras foram traduzidas para o latim e estudadas por filósofos cristãos e judeus e teólogos como Tomás de Aquino (1225-1274) e Maimônides (1135-1204). A partir de então até o século XVII, estudiosos europeus liam Aristóteles em edições que incluíam comentários de Ibn Rushd e uma escola de pensamento conhecida como averroísmo que floresceu em universidades de renome. Aqui, é apresentada uma edição de 1521 do comentário de Ibn Rushd sobre De Anima (Sobre a alma), publicada em Pávia, na Itália. Também está incluído o Theiser (Facilitação do tratamento) pelo médico de Sevilha Abu Marwan Abd al-Malik Ibn Zuhr (também chamado de Avenzoar, 1090-1162) e um comentário sobre Averróis (Ibn Rushd) por Marco Antonio Zimara (1460-1523), um aristotélico italiano que editou as obras de Aristóteles, Averróis e outros filósofos.

Data de Criação

Informação da Publicação

Jacob Paucidrapii d Burgofranco, Pávia, Itália

Idioma

Título no Idioma Original

Libri tres de anima

Tipo de Item

Descrição Física

80 folhas; 29 centímetros

Observações

  • O De anima é seguido por um comentário sobre a obra de Aristóteles Parva naturalia.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 15 de abril de 2016