Comentário sobre "O compêndio da astronomia simples"

Descrição

Esta obra é um comentário sobre o trabalho Mulahhas fī al-Hay'a Al-Basīta (O compêndio da astronomia simples), um tratado sobre astronomia teórica de Maḥmūd ibn Muḥammad Jighmīnī. Renomado matemático e astrônomo persa, Jighmīnī nasceu no povoado de Jaghmīn, na região de Khwarizm, atual Uzbequistão. Ele faleceu por volta 1221, durante a conquista catastrófica mongol de Khwarizm. Vários comentários populares foram escritos sobre este tratado. Na capa deste manuscrito, há uma nota escrita à mão de um antigo proprietário que diz: "Este é um comentário do 'Guia de al-Jighmīnī' sobre astronomia, proferido por Al-Sayyid Shams al-Din al-Samarqandī para o sultão Ulugh Beg ibn Shahrukh ibn Amir Taymūr Gurkan; que o Senhor abençoe a todos." A atribuição deste comentário à Shams al-Din al-Samarqandī cria um problema cronológico, uma vez que o único astrônomo conhecido por este nome floresceu mais de um século e meio antes da era de Ulugh Beg. A atribuição errônea do trabalho é confirmada pelo texto do manuscrito propriamente dito, que é claramente uma cópia do comentário muito popular de Qāḍīzāda al-Rumi (Ṣalāh al-Din Mūsā ibn Muḥammad, 1364-1436). Qāḍīzāda foi um dos principais astrônomos que trabalharam no célebre observatório de Samarcanda sob o patrocínio do astrônomo e governante Ulugh Beg. De fato, uma das obras sobreviventes de Qāḍīzāda é um comentário sobre a obra Ashkāl al-ta’sīs (Formas de base) de Shams al-Din al-Samarqandī, que Qāḍīzāda também dedicou a Ulugh Beg. Não está claro como o nome do autor do trabalho para o qual Qāḍīzāda escreveu um comentário passou a ser associado com o comentário de Qāḍīzāda sobre o trabalho de Jighmīnī. O manuscrito é feito em escrita nasta'liq, com diversas figuras, em tinta preta e vermelha, e contém várias notas de margem em árabe.

Última Atualização: 8 de março de 2016