Sala da grande loja maçônica do Novo Salão Maçônico. Chestnut Street, Filadélfia

Descrição

Esta impressão comemorativa de 1855 mostra a decoradíssima sala da grande loja maçônica no primeiro andar do Novo Salão Maçônico, localizado na Chestnut Street, nº 713-721, em Filadélfia. O salão foi construído em 1853-1855 com projeto do escritório de arquitetura da Filadélfia Sloan & Stewart, estabelecido em 1853 pelo arquiteto Samuel Sloan e pelo carpinteiro John Stewart. Fileiras de bancos almofadados com encostos esculpidos ocupam a sala, enriquecida com arcos dourados nas paredes e teto de cor turquesa. Os assentos são separados por duas plataformas com luxuosos tronos, adornados com baldaquinos em estilo gótico com figuras femininas alegóricas esculpidas. A plataforma maior domina o fundo, com várias cadeiras em estilo gótico, dois baús e esculturas exibidas em pedestais e em nichos, além de um grande lustre dourado acima. A plataforma menor tem uma cadeira e um baú, e fica à direita da imagem. O edifício foi vendido por volta de 1873, após a conclusão do novo templo maçônico na North Broad Street. Em 1883 o prédio foi destruído por um incêndio. O artista desta cromolitografia foi Max Rosenthal (de 1833 a 1918), um hábil litógrafo, gravador e pintor. O impressor foi Louis N. Rosenthal (nascido por volta de 1824), um cromolitógrafo pioneiro que administrou a empresa de Filadélfia Litografia de Rosenthal com seus irmãos Max, Morris e Simon em torno de 1851 a 1872. A maioria das cromolitografias era delineada por Max. Louis e Max nasceram em Turck, Polônia Russa; Louis imigrou para os Estados Unidos em 1848, e Max por volta de 1849. A empresa produzia placas de livro iluminadas, capas de partituras, anúncios, rótulos, desenhos geológicos e anatômicos, retratos, mapas, imagens de edifícios e, durante a Guerra Civil, uma série de cenas de acampamentos e batalhas.

Última Atualização: 8 de janeiro de 2018