Mapa Etnográfico da Península Balcânica

Descrição

A dissolução do Império Austro-Húngaro, no final da Primeira Guerra Mundial, transformou a organização política dos Balcãs. A guerra começara nos Balcãs com o assassinato do arquiduque de Habsburgo, Francisco Ferdinando, por um militante sérvio da Bósnia procurando tornar seu país independente do duplo império. Jovan Cvijić, o autor deste “mapa etnográfico” dos Balcãs, publicado em 1918 pela Sociedade Geógráfica Americana de Nova York, era professor de geografia na Universidade de Belgrado. Cvijić terminou seu doutorado em formações geológicas e geomorfologia física na Universidade de Viena na década de 1890, porém, mais tarde, seus interesses mudaram para pesquisa “antropogeográfica”, que analisava as influências geográficas sobre a dinâmica étnica e cultural da península balcânica. O mapa de Cvijić é uma prova da diversidade étnica, religiosa e nacional dos Balcãs, mas oferece pouca noção dos danos demográficos que a guerra causou na península, onde uma estimativa de um quarto das populações da Sérvia e Montenegro anteriores à guerra foram mortas, uma das mais elevadas taxas de vítimas entre quaisquer países combatentes.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Sociedade Geográfica Americana de Nova York, Nova York

Idioma

Título no Idioma Original

Ethnographic Map of the Balkan Peninsula

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

1 mapa colorido, 42X50 centímetros

Observações

  • Escala 1:3.000.000

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 28 de outubro de 2014