A tomada de Constantina, Argélia, 1837

Descrição

A aquarela não assinada datada de 1837 retrata as forças francesas e nativas avançando pelos penhascos e por uma fenda no muro da fortaleza da cidade de Constantina, na Argélia. A França tentava garantir o controle da Argélia, mas enfrentava a oposição das tribos locais de Abd el Kader (cerca de 1807-1883), emir de Mascara. Em outubro de 1837, a França cercou e conquistou a cidade, uma vitória que permitiu ao país assegurar uma série de portos, sem, no entanto, obter nenhum controle sobre o interior do país. Além de uma nota escrita junto à aquarela, afirmando que ela foi pintada por um certo Gaspard na época em que ainda era um jovem cadete, pouco se sabe sobre o artista. Pode-se tratar de uma referência a Jean-Louis Gaspard, do 31º Regimento de Infantaria. A aquarela pertence à Coleção Militar Anne S.K. Brown da Biblioteca da Universidade de Brown.

Última Atualização: 28 de abril de 2015