Polônia russa, Lituânia e Rússia Branca

Descrição

Em preparação para a esperada conferência de paz após a Primeira Guerra Mundial, na primavera de 1917, o Ministério das Relações Exteriores britânico criou um departamento especial responsável pelo planejamento de informações de base que seriam usadas pelos delegados britânicos durante a conferência. Polônia russa, Lituânia e Rússia Branca é o Número 44 em uma série de mais de 160 estudos produzidos por este departamento, a maioria dos quais foi publicada após a conclusão da Conferência de Paz de Paris, em 1919. O estudo lida com partes do Reino da Polônia adquiridas pela Rússia durante as partições da Polônia ocorridas no século XVIII (e a confirmação destas partições em 1815, no Congresso de Viena), bem como com as três províncias lituanas do Império Russo (Grodno, Kovno e Vilna), e as três províncias (Vitebsk, Mohilev e Minsk) conhecidas como Rússia Branca (atual Bielorrússia). O livro inclui seções sobre geografia política e física, história política, condições sociais e políticas, além de condições econômicas. A população total da Polônia russa em 1914 era de 13.335.400; das quais mais de 75% eram poloneses. Populações minoritárias no país incluíam judeus, alemães, lituanos e ucranianos (rutênios). Na Lituânia e na Rússia Branca, a população de cerca de 12.000.000 consistia principalmente de bielorrussos, judeus e lituanos. Boa parte do estudo lida com o futuro desta região étnica e linguisticamente diversa. O Conselho Nacional Lituano, durante uma convenção em Petrogrado (São Petersburgo) em maio de 1917, emitiu um chamado para a independência completa da Lituânia, enquanto os partidos políticos poloneses emitiram declarações pela criação de uma união Polonesa-Lituana. O estudo examina os méritos destas posições conflitantes, além dos potenciais conflitos com a Rússia caso a proposta polonesa fosse adotada. Após a Conferência de Paz de Paris, a Polônia e a Lituânia foram restituídas como países soberanos separados. O apêndice inclui os textos (em francês) das declarações lituana e polonesa de independência no pós-guerra.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

H.M. Stationery Office, Londres

Idioma

Título no Idioma Original

Russian Poland, Lithuania and White Russia

Tipo de Item

Descrição Física

148 páginas: tabelas; 22 centímetros

Observações

  • Da série: Manuais da Paz

Coleção

Referências

  1. Norus, T., and J. Zilius, Lithuania’s Case for Independence, Washington: B.F. Johnson for the Lithuanian National Council of America, 1918.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 14 de novembro de 2017