Montenegro

Descrição

Em preparação para a esperada conferência de paz após a Primeira Guerra Mundial, na primavera de 1917, o Ministério das Relações Exteriores britânico criou um departamento especial responsável pelo planejamento de informações de base que seriam usadas pelos delegados britânicos durante a conferência. Montenegro é o Número 19 em uma série de mais de 160 estudos produzidos por este departamento, a maioria dos quais foi publicada após a conclusão da Conferência de Paz de Paris, em 1919. O livro inclui seções sobre geografia política e física, história política, condições sociais e políticas, e condições econômicas. Na Idade Média, Montenegro fazia parte da Sérvia. Mais tarde, o país tornou-se um Estado independente conhecido como Zeta; de 1516 a 1851, foi governado como uma teocracia sob o controle dos príncipes-bispos da Igreja Ortodoxa. Os bispos, eleitos até 1696 e, desde então, hereditários, conseguiram preservar a identidade cultural e religiosa do país, além de sua independência dos turcos. Montenegro expandiu muito seu território como resultado de uma guerra com a Turquia entre 1876 e 1878, conseguindo um desenvolvimento interno pacífico após 1880 sob o comando do Príncipe (mais tarde Rei) Nicolau I. O estudo estima que a população de Montenegro em 1914 era de 400.000 a 500.000 pessoas. Cerca de 30.000 montenegrinos vivian nos Estados Unidos, e o estudo observa que o retorno ao país de alguns deles foi uma “influência na modernização de Montenegro”.

Última Atualização: 14 de novembro de 2017