O vassalo instruído no estado do Novo Reino de Granada e suas respectivas obrigações

Descrição

El vasallo instruido (O vassalo instruído) foi escrito em Cartagena pelo frade capuchinho Joaquin de Finestrad. O manuscrito aqui apresentado possui duas datas: 1783 escrito a lápis na capa e 1787 na dedicatória ao vice-rei Francisco Gil de Taboada y Lemos. A obra é composta por 12 fólios sem numeração contendo a dedicatória e prefácio, seguidos pelo texto de 505 páginas numeradas originalmente pelo autor. Também inclui um anexo em tamanho duplo contendo uma análise comparativa das tarifas da Alfândega Real de Santa Fé em 31 de dezembro de 1780, com os impostos implementados em janeiro de 1781. A obra está dividida em 13 capítulos. Os seis primeiros tratam das origens do mundo, da descoberta da América, do estado natural e moral do novo reino de Granada e seu declínio, bem como de alguns projetos para o desenvolvimento econômico do reino. Os capítulos 7 a 10 são sobre a revolta dos Comuneros em 1781, na qual fazendeiros, artesãos e outros se rebelaram contra as pesadas taxas impostas pelo Rei Carlos III. Os três capítulos restantes tratam do amor, obediência e fidelidade devida pelos vassalos ao monarca espanhol.

Data de Criação

Idioma

Título no Idioma Original

El vasallo instruido en el estado del Nuevo Reyno de Granada, y en sus respectivas obligaciones

Tipo de Item

Descrição Física

505 páginas; 31 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 19 de março de 2013