Vocabulário do idioma usado pelos povos indígenas nestas missões

Descrição

Este manuscrito de autor desconhecido e provavelmente escrito em uma ou diversas missões católicas no século XVIII, foi encontrado no Colégio para a Propagação da Fé em Popayán, Nova Granada (o vice-reino espanhol que englobava o todo ou partes da atual Colômbia, Equador, Panamá e Venezuela). Consiste em 103 páginas cuja maioria está ocupada por um glossário do idioma indígena siona e a tradução em espanhol. Esta parte da obra está organizada em colunas, com as palavras em siona à esquerda e as equivalências em espanhol à direita, separadas por um sinal de igual. A partir da página 83, há 18 páginas do catecismo em siona, escritas como meio de doutrinação na fé, com algumas páginas de conclusão incluindo mais vocabulário. Siona é um idioma tucano ocidental, falado atualmente por apenas cerca de 550 pessoas na Colômbia e Equador, tornando este documento um importante registro histórico de um idioma ameaçado de extinção. O manuscrito, preservado na Biblioteca Nacional da Colômbia, não apresenta página de título e está em condições ruins, com manchas e tinta no verso das páginas aparecendo na frente. Outra dificuldade ocorre devido ao fato de o autor usar alguns símbolos fonéticos que não foram definitivamente interpretados.

Última Atualização: 19 de março de 2013