Amadís de Gaula

Descrição

Amadís de Gaula faz parte do gênero de romances de cavalaria escritos na Espanha no final do século XV e primeira metade do século XVI, quase sempre baseados em fontes francesas. São caracterizados por serem obras fantásticas, repletas de maravilhas e encantos. O Amadís da Biblioteca Nacional da Colômbia é um volume belíssimo de 600 páginas (mais de 1500 páginas nas edições da atualidade), impressas em duas colunas em tipologia gótica. É ilustrado com diversas xilogravuras que abrangem uma grande diversidade de tópicos, realizadas em oficinas artísticas e copiadas das edições anteriores do livro. Estas belas ilustrações datam do período histórico da gravura no qual o contorno do desenho foi usado pela primeira vez para realçar os detalhes e intensificar os tons de preto e branco mais vivos. Esta edição contém os quatro livros originais do Amadís, editado e impresso no início do século XVI por Garci Rodríguez de Montalvo em Saragoça, Espanha, com base em fontes anteriores. Diversas continuações e traduções da obra apareceram posteriormente na Europa e no Novo Mundo. Esta edição foi impressa por Juan Cromberger, que contribuiu para a introdução da tipografia nas Américas na década de 1530. Sua família, originária de Sevilha, era especializada em impressão de livros de cavalaria, em geral produzidos em formato fólio, com tipos de letra gótica, em duas colunas, com uma gravura do herói a cavalo na capa e xilogravuras menores em cada capítulo. As edições Cromberger definiram o tom das futuras impressões e foram imitadas até meados do século XVI.

Data de Criação

Informação da Publicação

Juan Cromberger, Sevilha

Idioma

Título no Idioma Original

Los quatro libros de Amadís de Gaula

Lugar

Tipo de Item

Descrição Física

600 páginas: ilustrações, 30 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 19 de março de 2013