Saltério de Eberhard

Descrição

Com suas 181 iniciais em ouro e prata, quatro páginas de imagens sobre um fundo roxo e duas páginas de miniaturas, o tão chamado Saltério de Eberhard está entre os monumentos mais magníficos de iluminação da Baviera no primeiro trimestre do século XI. O manuscrito contém os 150 salmos com comentários, além de outras canções litúrgicas e uma confissão de fé. Ele leva o nome do Conde Eberhard de Ebersberg (falecido por volta de 1041-1045), que disse ter doado o saltério para o convento beneditino de Geisenfeld, que ele havia fundado. O manuscrito foi encomendado por um monge beneditino não identificado, que é mostrado ajoelhado aos pés do Cristo crucificado em uma das duas miniaturas (fólio 6 reto). Acredita-se ser o ex abade de Ebersberg, chamado Reginbald (falecido em 1039), que mais tarde tornou-se o abade de Lorsch e, finalmente, o bispo de Speyer. O scriptorium de origem deste manuscrito é desconhecido, mas o estilo indica um convento no sul ou leste da Baviera, possivelmente Niederaltaich no tempo do abade Godehard (falecido em 1038). Em 1803, o saltério entrou para a Biblioteca do Tribunal de Munique, predecessora da Biblioteca Estatal da Baviera, onde permanece desde então.

Idioma

Título no Idioma Original

Psalterium cum commentariis

Tipo de Item

Descrição Física

241 folhas, pergaminho: ilustrações; 32,5 x 26,5 centímetros

Observações

  • Código BSB: Clm 7355

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 28 de agosto de 2015