Espelho do governo

Descrição

Este magnífico manuscrito foi escrito por Leonhard Heff em Ratisbona (atual Regensburgo) e deve ter sido produzido (de acordo com uma nota no texto) em torno de 1476. Encadernado pelos frades negros de Ratisbona, foi posteriormente transferido para o mosteiro beneditino próximo de Santo Emerano e de lá para a Biblioteca Estatal da Baviera. Ele contém texto do Speculum regiminis (Espelho do governo) por Philippus de Bergamo (Giacomo Filippo Foresti, 1434-1520), um monge agostiniano, que era um especialista em direito canônico, conhecido por sua grande erudição filosófica e autor de várias obras históricas importantes. Speculum regiminis é um comentário estendido sobre Catonis Disticha (Os dísticos de Catão), um livro escolar popular na era medieval para o ensino do latim e de valores morais. O manuscrito foi iluminado pelo famoso pintor renascentista alemão Berthold Furtmeyr (ativo entre 1460-1501) com 10 iniciais em aquarela opacas em azul, rosa, verde, cinza, vermelho azulado e dourado, com folhas e gavinhas. Furtmeyr e seus seguidores foram importantes contribuintes da antiga Escola de Iluminura de Ratisbona. Artista de grande renome, Furtmeyr iluminou muitas obras impressionantes, incluindo este manuscrito, a Bíblia de Furtmeyr, o missal da festa de Salzburgo em cinco volumes (todas encontram-se atualmente na Biblioteca Estatal da Baviera, em Munique, Alemanha) e muitos outros trabalhos. O artista mostra o domínio da difícil tarefa de combinar com êxito imagens, ornamento e texto com grande autoridade. Furtmeyr é famoso por sua manipulação de cores, suas iluminuras brilhantes e a extrema diligência que marca seu trabalho. Embora ele ainda estivesse profundamente enraizado na Idade Média, o seu amor por cores, cenas noturnas e nus femininos marcam uma transição para o Renascimento.

Idioma

Título no Idioma Original

Speculum regiminis

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

i + 227 + i folhas, papel: 43 x 28 centímetros

Observações

  • Código BSB: Clm 14004

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 28 de agosto de 2015