A Bíblia dos pobres

Descrição

O nome normalmente dado a esta obra, Biblia pauperum (Bíblia dos pobres), não reflete a verdadeira importância deste excepcional manuscrito, que pode se dizer que contém o compêndio do conhecimento religioso de sua época. A obra foi encomendada, juntamente com outro notável manuscrito da regra de São Bento, pelo abade Pedro I da abadia beneditina de Metten na Baviera e foi concluída entre 1414 e 1415. Para realizar seu exigente programa de criação do manuscrito, o abade contratou artistas de renome, que eram bastante versados na tradição da iluminura boêmia. Os desenhos coloridos não encontram equivalentes entre as obras contemporâneas do sul da Alemanha. Texto e desenhos se mesclam em uma única entidade. Os diversos textos importantes do manuscrito são: o “poema figurado” De laudibus sanctae crucis (Em louvor da Santa Cruz) de Rábano Mauro (falecido em 856); a própria Biblia pauperum, o estilo de romance pictórico que a diferencia de outras obras, e o tratado De sacro altaris mysterio (A respeito do mistério sagrado do altar) do Papa Inocêncio III (falecido em 1216), com suas 43 figuras alegóricas e esquemas circulares. Os evangelhos no início do manuscrito, juntamente com a fina encadernação das capas, nas quais as relíquias dos santos estão incorporadas, formam um relicário completo. O manuscrito pertence à Biblioteca Estatal da Baviera, em Munique, Alemanha.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

Biblia pauperum

Tipo de Item

Descrição Física

107 folhas, pergaminho: ilustrações; 48,5 x 35 centímetros

Observações

  • Também conhecida como “Mettener Armenbibel”.
  • Código BSB: Clm 8201.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 11 de agosto de 2017