Manuscrito javanês das aventuras de Hamza

Descrição

As aventuras do herói islâmico Hamza, o tio do profeta Maomé, são um dos temas favoritos da literatura javanesa em que os feitos do herói, aqui chamado de Menak, são recontados. As lendas javanesas são escritas em forma de poesia e relatam as histórias tal como ocorreram durante a vida do profeta. Este manuscrito, escrito nos alfabetos javanês e pegon (árabe-javanês), contém uma série dos principais episódios dos contos de Hamza. O códice oferece um excelente exemplo da arte da iluminura em livros que prosperou durante este período em Yogyakarta, uma cidade e um sultanato na ilha indonésia de Java e um centro tradicional da cultura javanesa. Particularmente notáveis são as diversas wadana, páginas ornamentais decoradas no início ou no fim de passagens de texto separadas, extremamente simbólicas. Estas páginas são muitas vezes ilustradas com motivos arquitetônicos representando templos. Infelizmente, várias páginas do manuscrito foram obliteradas pela corrosão da tinta. O manuscrito encontra-se na Biblioteca Estatal da Baviera, em Munique, Alemanha.

Última Atualização: 12 de fevereiro de 2016