Cruel tirano amor

Descrição

Esta versão previamente desconhecida da cantata solista, Crudel tiranno Amor (Cruel tirano amor) de George Friedrich Handel (1685–1759), ressurgiu em uma partitura manuscrita completa e recém-descoberta entre as muitas propriedades póstumas abrigadas no Departamento de Música da Biblioteca Estatal da Baviera. Ela foi encontrada em uma coletânea de 18 manuscritos que antes pertenciam ao conhecido historiador cultural, musicógrafo e novelista Wilhelm Heinrich von Riehl (1823–1897). A sensacional descoberta foi feita em 2004 pelo musicólogo Doutor Berthold Over, que conseguiu identificar a cantata italiana anônima do manuscrito como uma obra de Handel feita por suas próprias mãos. O manuscrito de Munique conta com a cantata completa em 11 páginas. No entanto, em vez de serem marcados para soprano solista, dois oboés, cordas e baixo contínuo, conforme descrito no catálogo temático de Handel (HWV 97), a voz solista é acompanhada por um instrumento único de teclado. Muitos detalhes musicais nesta versão de câmara fogem da tradição conhecida anteriormente. A versão original provavelmente tenha sido ouvida pela primeira vez pelo público do Teatro Real, em Haymarket, Londres, em 5 de julho de 1721, enquanto que esta versão foi escrita mais tarde, presumidamente em ou por volta de 1738.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

Crudel tiranno Amor

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

49r-54r fólios : 28,5 x 22,5 centímetros. Manuscrito; voz e piano

Observações

  • Código BSB: Mus.ms. 4468

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 3 de julho de 2014