A Bíblia de Furtmeyr

Descrição

Este magnífico manuscrito adornado pelo pintor renascentista de Regensburgo Berthold Furtmeyr (ativo entre 1460-1501) é uma Bíblia alemã que contém desde o Antigo Testamento até os livros de Gênesis a Rute. Acredita-se que um segundo volume da Bíblia, encomendado por Ehrenfels Ulrich zu Stauff (falecido em 1472) e sua esposa Clara Hofer von Lobenstein, tenha existido, mas, infelizmente, não foi preservado. Depois de iluminar a chamada Bíblia de Londres, sua obra-prima sobrevivente mais antiga, Furtemyr começou a decorar aquela que, agora, é conhecida como Bíblia de Furtemyr, entre 1465 e 1470. Ele não foi responsável pelas iluminuras sozinho, uma vez que fica clara a participação de mais de uma pessoa. O artista foi auxiliado por membros de sua escola de iluminadores. Furtmeyr e seus discípulos criaram três miniaturas de página inteira: uma mostrando os doadores e sua família, outra da Virgem Maria amamentando Jesus, e uma comovente "cruz viva" exibida ao final do livro. O texto é ilustrado por 355 campos pictoriais e 20 iniciais. A Bíblia também é memorável por várias cenas noturnas e uma forte predileção para o nu feminino, característica da arte renascentista. O manuscrito foi adquirido pelo Duque Albert IV da Baviera e a Biblioteca do Tribunal de Munique, mas foi roubada na invasão sueca à Alemanha durante a Guerra dos Trinta Anos (1618-1648). Finalmente, a Bíblia de Furtemyr voltou para o sucessor de seu lar original, a atual Biblioteca Estatal da Baviera, em 1960.

Título no Idioma Original

Furtmeyr-Bibel

Tipo de Item

Descrição Física

388 folhas, pergaminho: ilustrações; 39,3 x 29,2 centímetros

Observações

  • Código BSB: Cgm 8010 a

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 28 de agosto de 2015