O livro secreto de honras da família Fugger

Descrição

A história da família Fugger pode ser vista como uma história de sucesso sem precedentes na Renascença alemã. Começando como tecelões na segunda metade do século XIV, a família evoluiu rapidamente para comerciantes, bancários e nobres de sucesso, culminando em Jakob Fugger, o Rico, (1459–1525) e Anton Fugger (1493–1560). Considera-se que tenham sido as pessoas mais ricas de seu tempo, ainda que os negócios da família estivessem quase falidos devido a empréstimos aos Habsburgos na década de 1560. A dinastia Fugger ainda existe hoje como uma família nobre na Alemanha. Por volta de 1545, Johann Jakob Fugger (1516–1575) encomendou este manuscrito detalhando a genealogia de sua família até sua época. As pesquisas genealógicas e a condensação do texto foram realizadas pelo oficial de justiça, arquivista e empreendedor Clemens Jäger (por volta de 1500–1560). A iluminura do manuscrito, incluindo retratos luxuosos de membros da família, emblemas heráldicos e motivos de fronteira muito detalhados, foi executada na principal oficina de Augsburgo de Jörg Breu, o Jovem, (cerca de 1510-1547) e terminou por volta de 1548. Ao contrário do resto da biblioteca de Johann Jakob Fugger, que foi vendida ao duque Albrecht IV da Baviera em 1571, o manuscrito foi mantido na família por séculos e foi até atualizado durante o século XVIII. Somente em 2009 a família Fugger vendeu-o à Biblioteca Estatal da Baviera. A aquisição foi possível graças ao generoso suporte financeiro da Ernst-von-Siemens Kunststiftung.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Augsburgo, Alemanha

Idioma

Título no Idioma Original

Das Geheime Ehrenbuch der Fugger

Tipo de Item

Descrição Física

262 folhas, papel: 49,5 x 35 centímetros

Observações

  • Código BSB: Cgm 9460

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 27 de abril de 2017