Álbum de Qajar

Descrição

Este pequeno álbum de Qajar, da época de Fath-Ali Shah Qajar (1772-1834; governou entre 1797 e 1834), combina arte caligráfica de várias épocas com ilustrações do início do século XIX de alta qualidade artística. Embora a descrição de pessoas seja padronizada e falte individualidade, o uso da perspectiva, especialmente no fundo, revela a influência europeia. Duas das miniaturas retratam herdeiros principescos trajando vestes caras. Duas outras páginas são dedicadas a um dos motivos mais populares da pintura de livros persa: o amor do rouxinol pela rosa, símbolo do amor abnegado e incondicional. A dinastia Qajar governou a Pérsia (atual Irã) entre 1785 e 1925. O artista faz referência à nova dinastia, retratando em um dourado delicado na margem superior de ambas as miniaturas o motivo do brasão de armas de Qajar: um leão em frente ao sol nascente. Isto sugere que as pinturas podem ter sido encomendadas por um membro da casa reinante. O álbum mais tarde foi adquirido pelo orientalista francês Barão Antoine Isaac Silvestre de Sacy (1758-1838) e, posteriormente, veio para a Biblioteca Estatal da Baviera como parte da biblioteca de Étienne Marc Quatremère (1782-1857), também um renomado orientalista francês.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Pérsia

Idioma

Título no Idioma Original

Qajar Album

Tipo de Item

Descrição Física

14 folhas. Papel sobre papelão em forma sanfonada: ilustrações; 22 x 14,5 centímetros

Observações

  • Código BSB Cod.pers. 132

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 26 de abril de 2017