Álbum de Qajar

Descrição

Este pequeno álbum de Qajar, da época de Fath-Ali Shah Qajar (1772-1834; governou entre 1797 e 1834), combina arte caligráfica de várias épocas com ilustrações do início do século XIX de alta qualidade artística. Embora a descrição de pessoas seja padronizada e falte individualidade, o uso da perspectiva, especialmente no fundo, revela a influência europeia. Duas das miniaturas retratam herdeiros principescos trajando vestes caras. Duas outras páginas são dedicadas a um dos motivos mais populares da pintura de livros persa: o amor do rouxinol pela rosa, símbolo do amor abnegado e incondicional. A dinastia Qajar governou a Pérsia (atual Irã) entre 1785 e 1925. O artista faz referência à nova dinastia, retratando em um dourado delicado na margem superior de ambas as miniaturas o motivo do brasão de armas de Qajar: um leão em frente ao sol nascente. Isto sugere que as pinturas podem ter sido encomendadas por um membro da casa reinante. O álbum mais tarde foi adquirido pelo orientalista francês Barão Antoine Isaac Silvestre de Sacy (1758-1838) e, posteriormente, veio para a Biblioteca Estatal da Baviera como parte da biblioteca de Étienne Marc Quatremère (1782-1857), também um renomado orientalista francês.

Informação da Publicação

Pérsia

Idioma

Título no Idioma Original

Qajar Album

Tipo de Item

Descrição Física

14 folhas. Papel sobre papelão em forma sanfonada: ilustrações; 22 x 14,5 centímetros

Observações

  • Código BSB Cod.pers. 132

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 27 de abril de 2015