O arco natural, Constantina, Argélia

Descrição

Esta impressão fotocrômica de Constantina (atual Qacentina), Argélia, é parte das “Imagens de pessoas e lugares na Argélia”, do catálogo da Detroit Publishing Company (1905). Ela mostra um dos grandes arcos naturais de calcário sobre as ravinas que cercam a cidade, que “apresentam uma cena muito impressionante, especialmente durante o derretimento da neve ou após a chuva pesada”. A vila foi descrita na edição de 1911 de O Mediterrâneo, portos e rotas marítimas: guia para viajantes, de Baedeker, como “tipicamente berbere em sua dificuldade de acesso”, já que “se encontra sobre um platô de calcário, descendo... até a Ravina do Rhumel”. O platô é o foco da cidade, e “os principais centros de comércio e manufatura ainda estão nos bairros nativos, que lembram a casbá de Argel, cujo charme pitoresco tem sido, até o momento, manchado apenas pela construção de algumas ruas novas”. O Rhumel é atravessado por três pontes, e abriga as ruínas de uma ponte-aqueduto romana.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Detroit Photographic Company, Detroit, Michigan

Título no Idioma Original

The Natural Arch, Constantine, Algeria

Tipo de Item

Descrição Física

1 impressão fotomecânica: fotocromo, colorido

Observações

  • A Companhia Fotográfica de Detroit foi lançada como uma editora de fotografia na década de 1890 pelo empresário e editor de Detroit William A. Livingstone, Jr., e pelo fotógrafo e editor de fotografia Edwin H. Husher. Eles obtiveram o direito exclusivo de usar o "Fotochromo", o processo suíço de conversão de fotografias em preto-e-branco em imagens coloridas, e imprimi-las por fotolitografia. Este processo inovador foi aplicado na produção em massa de cartões postais coloridos, gravuras e álbuns para venda ao mercado americano. A empresa tornou-se a Detroit Publishing Company em 1905.
  • Impressão n° "6275".

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 12 de fevereiro de 2016