O Acordo de Buganda, 1955

Descrição

No final do século XIX, Buganda era um poderoso reino da África Oriental, que se estendia ao longo da costa noroeste do Lago Vitória, no atual centro-sul de Uganda. O Acordo de Buganda de 1900, que concedeu a Buganda um elevado grau de autonomia interna sob a tutela do Protetorado de Uganda governado pelos britânicos, foi modificado por este tratado de 1955. O Acordo de Buganda, 1955 foi assinado em 18 de outubro daquele ano entre Sir Andrew Cohen, Governador e Comandante-chefe do Protetorado de Uganda, em nome de Sua Majestade a Rainha Elizabeth II, do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, e Edward Frederick William David Walugembe Mutebi Luwangula Mutesa II, Kabaka de Buganda, para e em nome do kabaka, dos chefes e do povo de Buganda. O novo acordo resolvia um impasse entre o governador, que queria que Uganda se desenvolvesse como um Estado unitário e o kabaka (rei), que queria que Buganda se tornasse uma entidade autônoma para proteger a sua identidade. O kabaka, em nome do povo de Buganda, concordou em cooperar totalmente com o governador para assegurar o protetorado britânico e ajudar e controlar a si mesmo, seu povo e seus territórios. As assinaturas do governador, do kabaka e de outras testemunhas aparecem no final do acordo.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Gráfica do Governo, Entebbe, Uganda

Título no Idioma Original

The Buganda Agreement, 1955 / Endagaano ya Buganda, 1955

Tipo de Item

Descrição Física

76 páginas ; 34 centímetros

Observações

  • Do Arquivo Nacional de Uganda, Entebbe. Digitalizados na Biblioteca Nacional de Uganda com o apoio da Corporação Carnegie de Nova Iorque.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 7 de março de 2014