Homem branco de trabalho de Uganda: uma história de Alexander M. Mackay

Descrição

Homem branco de trabalho de Uganda: uma história de Alexander M. Mackay é uma biografia voltada para crianças de Murdoch Alexander Mackay (1849-1890), um missionário pioneiro em Uganda. Em 1876, Mackay respondeu a um apelo da Sociedade Missionária da Igreja para ir a Uganda depois que o rei Mutesa I de Buganda declarou ao explorador Henry Morton Stanley o seu interesse em receber missionários cristãos. Mackay passou quase 14 anos em Uganda. Além de ensinar o evangelho cristão, ele trabalhou como agricultor, carpinteiro, construtor de pontes e estradas, diretor de escola, impressor e tradutor, fazendo com que os ugandenses dessem a ele um novo nome, Muzungu-wa Kazi, que significa “homem branco de trabalho”. Publicado pelo Movimento dos Jovens Missionários em Nova York, o livro foi concebido para inspirar as crianças e os jovens interessados nos esforços missionários. Ele inclui ilustrações, uma lista de palavras em ganda e suas pronúncias e um mapa da África Oriental Britânica e da África Oriental Alemã mostrando as principais viagens de Mackay. O livro foi escrito por Sophia Blanche Fahs Lyon (1876-1978), uma autora, editora e ativista religiosa americana, que tinha um interesse especial na educação religiosa de crianças.

Data de Criação

Informação da Publicação

Movimento dos Jovens Missionários, Nova York

Título no Idioma Original

Uganda's White Man of Work: A Story of Alexander M. Mackay

Lugar

Tipo de Item

Descrição Física

vii, 289 páginas: ilustrações e mapas

Observações

  • Da Universidade Cristã de Uganda. Digitalizado na Biblioteca Nacional de Uganda com o apoio da Corporação Carnegie de Nova Iorque.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 7 de março de 2014