Através do continente negro

Descrição

Henry Morton Stanley (1841-1904) nasceu em Denbigh no norte do País de Gales, o filho ilegítimo de John Rowlands e Elisabeth Parry. Seu nome original era John Rowlands. Abandonado por sua mãe, ele passou seus primeiros anos sob a custódia de parentes, mas depois foi criado sob as condições severas de uma casa de trabalho (workhouse). Aos 17 anos, ele trilhou seu caminho para Nova Orleans, onde trabalhou para um corretor de algodão e adotou seu novo nome. Com a eclosão da Guerra Civil Americana, ele se alistou no Exército Confederado, foi capturado na batalha de Shiloh e ganhou sua liberdade por se alistar na Marinha da União. Após a guerra, ele trabalhou como jornalista freelancer e correspondente especial para o New York Herald, que patrocinou sua famosa expedição de 1871-1872 para a África Oriental a fim de encontrar o explorador e missionário escocês, David Livingstone. Em 1874, Stanley realizou outra expedição africana, também patrocinada pelo Herald com o London Daily Telegraph, para explorar as vastas áreas da África Central. Depois de zarpar de Zanzibar, no Oceano Índico, em novembro de 1874, Stanley circunavegou o lago Vitória e explorou os lagos Alberto e Tanganica. Ele então desceu os rios Lualaba e Congo, alcançando o Atlântico em agosto de 1877. Através do continente negro é o relato da viagem de Stanley, que envolveu enormes riscos e dificuldades. Das 356 pessoas que partiram de Zanzibar, Stanley foi um dos 114 sobreviventes da viagem e o único europeu.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Sampson Low, Londres

Idioma

Título no Idioma Original

Through the Dark Continent

Lugar

Tipo de Item

Descrição Física

657 páginas: ilustrações

Observações

  • Da Universidade Cristã de Uganda. Digitalizado na Biblioteca Nacional de Uganda com o apoio da Corporação Carnegie de Nova Iorque.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 19 de outubro de 2015