Casa de Bonecas

Descrição

Poucas peças tiveram tanta influência mundial sobre as normas e condições sociais como Casa de Bonecas, do dramaturgo norueguês Henrik Ibsen (1828–1906). Considerada uma das grandes figuras da literatura mundial, Ibsen deu à arte teatral uma nova vitalidade, trazendo para o drama burguês europeu uma gravidade ética, uma profundidade psicológica e um significado social que o teatro não presenciava desde os tempos de William Shakespeare. Suas peças retratam pessoas da classe média de sua época, cujas rotinas são subitamente perturbadas quando eles têm de enfrentar uma crise profunda em suas vidas. Entre as obras mais famosas de Ibsen, Casa de Bonecas mostra a personagem principal da peça, Nora Helmer, que se esforça para libertar-se de seu papel de "boneca" de seu marido Torvald, procurando ser fiel à si mesma e encontrar seu próprio caminho no mundo. O retrato de Ibsen das normas conjugais do século XIX foi controverso quando a peça foi encenada pela primeira vez, mas a personagem de Nora logo se tornou um símbolo importante em todo o mundo para as mulheres que lutavam por libertação e igualdade. Casa de bonecas estreou no Teatro Real de Copenhague em 1879, mesmo ano em que Ibsen concluiu e publicou sua obra. Na imagem vê-se uma cópia fiel do original do impressor da peça na íntegra, em um volume, da coleção da Biblioteca Nacional da Noruega. Os manuscritos de Casa das bonecas autografados por Ibsen foram inscritos no registro da Memória do Mundo da UNESCO, em 2001.

Data de Criação

Data do Assunto

Título no Idioma Original

Et dukkehjem. Skuespil i tre akter

Lugar

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

37 folhas numeradas, em parte dispostas em folhas duplas.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 14 de fevereiro de 2012