As revelações de Meca

Descrição

Muḥyiddin ibn Arabi (1165–1240 d.C., 560–638 a.H.), também conhecido como al-Shaykh al-Akbar (o grande xeque), foi um místico e filósofo muçulmano de origem andaluz. Ele nasceu em Múrcia, mas sua família mudou-se para Sevilha. A vida de Ibn Arabi foi dividida quase igualmente entre o Ocidente e o Oriente. Depois de viajar por todo o norte da África, ele embarcou em uma jornada espiritual partindo de sua terra natal. Ele chegou em Meca em 1202, onde passou três anos. Ele, então, passou anos viajando pela Síria, Palestina, Iraque e Turquia. Ele morreu em Damasco. Sua grande obra sobre o sufismo, Al-Futuhat al-Makkiyya (As revelações de Meca) é uma enciclopédia extensa compreendendo 560 capítulos. Os principais temas abordados incluem metafísica, cosmologia, antropologia espiritual, a relação entre ciência e religião, psicologia, interpretação espiritual dos rituais islâmicos e jurisprudência.

Última Atualização: 12 de agosto de 2016